Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Banco de Títulos da CBLC mostra evolução e dispara em março

Data de criação:

access_time 08/04/2020 - 12:15

Data de atualização:

access_time 08/04/2020 - 12:15
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

O estoque financeiro do Banco de títulos da CBLC- BTC  de maio de 2014 até março de 2020 é de R$ 59,4 bilhões, valor 18,8% inferior ao do mês de fevereiro de 2020. Para o levantamento foram utilizados os dados divulgados pela B3 e processados pela plataforma de análise da Economatica.

A queda no mês de março tem impacto direto pela desvalorização das ações tendo como referência o índice principal da bolsa de valores de São Paulo – Ibovespa, que no mês recuou -29,9%. O maior estoque de aluguel atingido pelo BTC se registrou no mês de fevereiro com R$ 73,2 bilhões.

Em contrapartida a quantidade de contratos efetuados no mês de março atingiu o maior valor da amostra com 273,3 mil contratos. O recorde anterior aconteceu no mês de janeiro de 2020 com 199,7 mil contratos efetuados no mês.

Em março de 2020 a quantidade de contratos e o volume financeiro mês atingiu seu maior valor histórico. Os recordes anteriores foram registrados no mês de janeiro de 2020 (destaque no gráfico acima da matéria).

Valor médio por contrato

Podemos verificar que o valor médio por contrato no mês de março foi de R$ 402,7 mil, valor 21,09% inferior ao do mês de fevereiro. “Devemos lembrar que esta queda tem influência direta da desvalorização das ações no mês de março”, destaca o analista da Economatica, Einar Rivero, na divulgação.

Os ativos com maior estoque de BTC em 31 de março de 2020

Entre os 20 ativos com maior estoque de aluguel. O Ishares Bova – BOVA11 lidera a lista com R$ 4,5 bilhões. O maior estoque de aluguel do BOVA 11 nas últimas 52 semanas aconteceu no dia 16 de março de 2020 com R$ 6,3 bilhões. O tempo necessário para zerar as posições do estoque de aluguel é de três dias, considerando o volume financeiro médio diário do mês de março de 2020.

A VALE3 é o segundo ativo com maior estoque com R$ 3,9 bilhões. O tempo necessário para zerar as posições é de dois dias plenos de negociação no mercado à vista.

Entre os 20 ativos com maior estoque de BTC temos duas ETF´s e 18 ações, sendo quatro ações ligadas ao sistema financeiro, duas a Previdência e Seguros e outros 12 setores com uma ação cada.

Ativos mais caros

Entre os 20 ativos com maior taxa de aluguel de tomador de um dia em 31 de março de 2020 estão Arezzo Co Ordinária (ARZZ3) tem a maior taxa de aluguel em 1 dia de tomador com 49,8% a.a., seguida pela GOL PN (GOLL4) com 34,62% de taxa média de tomador. Dos 20 ativos da amostra temos duas ETF´s, quatro setores com dois ativos cada e 10 setores com um ativo cada um.

Entre os ativos com maior crescimento de contratos entre os meses de dezembro de 2019 e março de 2020 está Ishares Bova Ci (BOVA11) teve 7.833 contratos fechados em dezembro de 2019 contra 20.171 contrato em março de 2020, crescimento de 12.338 contratos. A ação preferencial da Petrobras (PETR4) é o segundo ativo com maior crescimento de negócios no mesmo período.

O setor de Petróleo gás e biocombustíveis tem quatro representantes seguido por três ETF´s. Três setores apresentam dois ativos cada um e outros sete setores participam da lista com um ativo cada um.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?