Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas asiáticas ficam sem direção com Japão no destaque

Data de criação:

access_time 24/01/2020 - 09:47

Data de atualização:

access_time 24/01/2020 - 09:47
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas de ações ficaram sem direção nesta sexta-feira, com parte dos mercados fechados. O que se viu foi temor com o avanço do coronavírus. Autoridades da China fecharam várias cidades e suspenderam as comemorações do Ano Novo Lunar, que começa amanhã (25).

Na Ásia, ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, ficou em alta de 0,15% a 27.949. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 0,17% a 3.240. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 0,13% aos 23.827. O índice S&PASX 200, bolsa de Sidney, ficou estável a 7.090. O índice MSCI Asia Pacific fechou perto da estabilidade.

No Japão, o índice acionário Nikkei subiu com as ações dos setores farmacêutico e imobiliário. Ainda ganharam força as ações das empresas de eletrônicos, à medida que a força recente do iene diminui um pouco e os investidores se concentram nos resultados dos ganhos corporativos antes de fazer apostas agressivas.

Na China, a disseminação do coronavírus fez com que o governo ampliasse seus bloqueios sem precedentes para tentar conter o vírus. Até agora, pelo menos oito cidades foram fechadas – Wuhan, Ezhou, Huanggang, Chibi, Qianjiang, Zhijiang, Jingmen e Xiantao – todas na província de Hubei, no centro da China, onde a doença está concentrada.

Em Tóquio, entre as ações com ganhos estavam as da Mitsubishi Estate Co., alta de 3,76%, as da Nissan Chemical Corp., alta de 2,61%, as da Daiichi Sankyo Co., alta de 2,61%. Na contramão estavam as ações da Isuzu Motors, queda de 3,68%, e as da Toho Zinc Co., queda de 2,87%.

No Japão, a taxa anual de inflação do consumidor em dezembro acelerou em relação ao nível do mês anterior, devido a preços mais altos de alimentos, bens domésticos duráveis e preços de serviços, mostraram dados do Ministério de Assuntos Internacionais e Comunicação divulgados hoje.

O índice médio nacional de preços ao consumidor (excluindo alimentos frescos) aumentou pelo 36º mês consecutivo em dezembro, subindo 0,7% a / a, acelerando de um ganho de 0,5% em novembro e em novembro, em linha com a previsão mediana do MNI de um ganho de 0,7%.

Tradução ID com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?