Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Ásia fecham no azul e Nikkei 225 fica em recorde

Data de criação:

access_time 29/12/2020 - 10:22

Data de atualização:

access_time 29/12/2020 - 10:22
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os principais mercados acionários da Ásia renovaram os ganhos nesta terça-feira (29), com apenas as bolsas de China devolvendo as altas recentes. O índice principal da bolsa de Tóquio disparou para um recorde.

Ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, fechou em alta de 0,96% aos 26.568 pontos. O índice Xangai, China, ficou em queda de 0,54% aos 3.379. O índice Shenzhen Composite ficou em queda de 0,64% a 2.258 e o ChiNext (ETF) ficou em queda de 1,08%. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 2,66% aos 26.568. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 0,28% aos 2.848. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta de 0,55% aos 47.613. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em alta de 0,53% aos 6.700. O índice Kospi, Seul, ficou em alta de 0,42% a 2.820 pontos. O índice Taiex, bolsa de Seul, ficou em queda de 0,08% aos 14.472 pontos.

Na China, o investidor aproveitou a reta final de 2020 para embolsar lucros, com ações de energia e de empresas que dependem de commodities. O bom humor também foi amparado pelas declarações de Pequim sobre estímulos para a reparação econômica depois da pandemia de coronavírus.

No Japão, o dia foi de compras e com o Nikkei 225 marcando uma das maiores altas em quase 30 anos. Os investidores ficaram animados com os anúncios de estímulos nos Estados Unidos.

Durante a noite, os futuros dos principais índices de Wall Street registraram valorizações históricas. O ambiente mais positivo se deu com a assinatura do presidente Donald Trump de um projeto de Lei de ajuda à pandemia de US $ 2,3 trilhões.

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos votou ontem à noite a proposta de Trump por pagamentos de US $ 2.000 aos americanos qualificados, enviando a medida ao Senado para votação.

Entre as ações com ganhos em Tóquio estavam as da Sumitomo Dainippon Pharma, alta de 16,47%, as da IHI Corp, alta de 6,17%, as da Casio Computer, alta de 4,78%, e as da SfotBank Group, alta de 4,53%.

A agenda da região estava vazia.

*Tradução ID de relatórios e agências internacionais e Reuters

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?