Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Ásia fecham no vermelho com as ações de tecnologia e o COVID-19

Data de criação:

access_time 18/02/2020 - 09:20

Data de atualização:

access_time 18/02/2020 - 09:20
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As ações caíram na Ásia na terça-feira, ainda com o impacto do surto de vírus iniciado na China, com a Apple dizendo que não cumprirá sua meta de lucro. O país, como ocorreu com a festividade do Ano Novo Lunar, também está adiando, ou cancelando, grandes eventos, incluindo o salão do automóvel de Pequim.

Ao final, o índice Hang Seng da bolsa de Hong Kong ficou em queda de 1,54% a 27.530 e o índice Shenzhen Composite ficou em alta de 1,12% a 1.856. O índice Xangai ficou estável a 2.984. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,51% a 3.196. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 1,40% aos 23.193. O índice S&PASX 200, bolsa de Sidney, ficou em queda de 0,16% a 7.113. O índice Kospi, Seul, ficou em queda de 1,48% a 2.208. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em queda de 0,39% aos 40.894. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em queda de 0,97% aos 11.648.

Informações ainda não confirmadas dão conta de que a China poderá adiar o Congresso Anual do Partido Comunista, sua maior reunião política do ano. O comitê se reunirá em 24 de fevereiro para deliberar sobre a reunião que deve começar em 05 de março.

O salão do automóvel bianual da China, um dos maiores eventos internacionais da indústria, foi adiado e muitos eventos esportivos e de entretenimento também para evitar a disseminação do COVID-19. O número de mortos pelo surto aumentou para 1.868, o total de casos confirmados para 72.436 e mais 98 mortes em sua atualização desta terça-feira.

Mas, à medida que o surto persiste, trazendo novos avisos de viagem e interrompendo o comércio, as viagens e as cadeias de suprimentos estão lançando uma vasta sombra sobre a economia regional.

O aviso da Apple derrubou as ações de tecnologia, principalmente de semicondutores. O índice regional de ações, MSCI Asia Pacific apurou queda de 1,1%, nesta terça-feira.

Em Tóquio, entre as ações com ganhos ficaram as da CyberAgent Inc., alta de 2,96%, as da Shionogi & Co., subiram 2,09%, Honda Motor Co., alta de 0,78%, e as da Kawasaki Kisen Kaisha, alta de 0,84%. Na contramão ficaram as ações da Advantest Corp., queda de 5,75%, as da Taiyo Yuden, queda de 5,66%m as da Unitika, alta de 5,61%.

Em Hong Kong, entre as ações com ganhos ficaram as da Sands China, alta de 0,12%. Na contramão ficaram as ações da Hang Seng Bank, queda de 0,36%, as da China Mobile, queda de 0,38%, e as da Bank of China, queda de 0,93%.

Na região não foram apresentados indicadores.

Tradução ID de agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?