Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Ásia ficam sem direção e PIB da China sobe para 6,5%

Data de criação:

access_time 18/01/2021 - 10:04

Data de atualização:

access_time 18/01/2021 - 10:04
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os mercados da Ásia ficaram sem direção nesta segunda-feira (18). Os investidores decidiram embolsar lucros e comprar acompanhando os futuros de Nova York. Na China, o Produto Interno Bruto – PIB disparou e deu alívio aos demais mercados da região.

Ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, fechou em alta de 1,01% aos 28.862 pontos. O índice Xangai, China, ficou em alta de 0,84% aos 3.596. O índice Shenzhen Composite ficou em alta de 1,48% a 2.401 e o ChiNext (ETF) ficou em alta de 1,70%. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 0,97% aos 28.242. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,48% aos 2.990. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em queda de 0,96% aos 48.564. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em queda de 0,78% aos 6.663. O índice Kospi, Seul, ficou em queda de 2,33% a 3.013 pontos. O índice Taiex, bolsa de Seul, ficou estável aos 15.612 pontos.

O índice regional de ações, MSCI Asia Pacific fechou com queda de 0,30%, com a cautela internacional promovida pelo avanço do coronavírus no mundo.

O Produto Interno Bruto – PIB da China cresceu 6,5% no 4T20 na comparação interanual, enquanto o crescimento médio de 2020 ficou em 2,3%, um dos poucos países do mundo a apresentar crescimento positivo em 2020. Os dados de dezembro já captaram os efeitos negativos da nova onda de Covid-19 que atinge partes do país.

Em Tóquio, o índice Nikkei registrou queda de 0,97%, em meio a preocupações com a piora da pandemia da Covid-19.

Por fim, na Coreia do Sul, o índice Kospi encerrou em queda, refletindo a ameaça do presidente Donald Trump de banir do mercado americano empresas fornecedoras de suprimentos a empresa chinesa Huawei.

Na China, a atividade industrial mostrou crescimento de 7,3% no mês na comparação anual, batendo as projeções do mercado. Já as vendas do comércio vieram abaixo das expectativas dos analistas: subiram 4,6% na mesma comparação em dezembro, contra previsão de 5,5%.

*Tradução ID com casas de análises e relatórios

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?