Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Ásia ficaram sem direção esperando pelo Fed

Data de criação:

access_time 27/08/2020 - 10:04

Data de atualização:

access_time 27/08/2020 - 10:04
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas asiáticas ficaram sem direção nesta quinta-feira, com o radar no evento do Federal Reserve. Os investidores aguardam detalhes também de outros bancos centrais.

Ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, ficou em queda de 0,83% aos 25.281. O índice Xangai, China, ficou em alta de 0,61% aos 3.350. O índice Shenzhen Composite ficou em alta de 1,04% a 3.350 e o ChiNext ficou em alta de 1,72%. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 0,35% aos 23.208. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,88% aos 2.519. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta de 0,59% aos 39.073. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em queda de 0,28% aos 12.797. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em alta de 0,16% aos 6.126. O índice Kospi, Seul, ficou em alta de 1,05% a 2.344 pontos.

A partir da apresentação de Jerome Powell, que é o presidente do Fed, os investidores também estão com as expectativas voltadas para as declarações dos demais participantes do evento. Todos os anos, a conferência anual do banco central ocorre em Jackson Hole e desta vez será pela web por conta da pandemia.

No passado, as autoridades usaram a reunião para fazer anúncios de mudanças no mercado. O que se espera são medidas para a retomada da economia global.

Por fim, os lucros das indústrias da China cresceram pelo terceiro mês consecutivo em julho e no ritmo mais rápido desde junho de 2018, mostraram dados do Departamento Nacional de Estatísticas (NBS).

*Por Ivonéte Dainese de relatórios oficiais e com agências

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?