Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Europa caíram com indicadores econômicos

Data de criação:

access_time 30/04/2021 - 14:40

Data de atualização:

access_time 30/04/2021 - 14:40
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As ações europeias fecharam no vermelho nesta sexta-feira (30/04). Os balanços financeiros ficaram no radar e não tiveram forças para superar o mau humor dos investidores com os dados econômicos apresentados para a região. Por outro lado, a perspectiva positiva ocorre com a queda no número da Covid-19 pelo o processo rápido de vacinação.

Índices: o índice Stoxx Europe 600 fechou em queda de 0,31% aos 437.39 em Londres; o FTSE-100 (Londres) ficou em alta de 0,12% aos 6.969; o DAX 30 (Frankfurt) ficou em queda de 0,12% aos 15.135; o CAC 40 (Paris) ficou em queda de 0,53% aos 6.269; o FTSE-MIB (Milão) ficou em queda de 0,56% aos 24.141; o Ibex 35 (Madri) ficou em queda de 0,09% aos 8.815; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em queda de 0,64% a 5.050.

O índice pan-europeu caiu novamente e marcando uma perda mensal de 1,8%, um dos piores resultados da série histórica. O Banco Sabadell, Espanha, saltou 8,7% para o topo do Stoxx 600 depois o lucro trimestral superou as expectativas do mercado.

O Eurostat, o serviço de estatística da União Europeia, mostrou que a economia da Zona do Euro ficou com uma de suas maiores contrações, no que seria uma recessão técnica, no primeiro trimestre de 2021. Entretanto, a leitura é de que o pior já está passando com a campanha de vacinação acelerada.

No primeiro trimestre de 2021, o PIB corrigido de sazonalidade caiu 0,6% na Zona do Euro e 0,4% na União Europeia, em comparação com o trimestre anterior, de acordo com a estimativa preliminar do Eurostat.

O PIB da Alemanha também surpreendeu negativamente, -1,7%, acima do esperado. Na contramão ficou a economia da França, com o produto interno bruto (PIB) aumentando 0,4%, depois da queda de 1,4% no quarto trimestre de 2020.

Entre as ações com ganhos na bolsa de Frankfurt ficaram as da Bayer, alta de 1,26%, as do Deutsche Post, alta de 0,75%, e as da Daimler, alta de 0,49%. Na contramão ficaram as ações da Adidas, queda de 1,44%, as da SAP, queda de 1,08%, e as da Siemens Energy, queda de 0,86%.

*Tradução ID de relatórios e com a Reuters internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?