Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Europa fecham com ganhos e Stoxx Europe bate recorde

Data de criação:

access_time 16/01/2020 - 14:42

Data de atualização:

access_time 16/01/2020 - 14:42
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas de valores europeias fecharam divididas nesta quinta-feira. Os investidores analisaram o acordo comercial assinado ontem entre a China e os Estados Unidos, bem como os dados econômicos apresentados. O índice pan-europeu atingiu novo recorde nesta sessão, o segundo do ano.

Ao final da jornada, o índice Stoxx Europe 600 ficou em alta 0,22% aos 420.54 em Londres; o FTSE-100 (Londres) ficou em queda de 0,43% aos 7.609; o DAX 30 (Frankfurt) ficou estável a 13.429; o CAC 40 (Paris) ficou em alta de 0,11% aos 6.039; o FTSE-MIB (Milão) ficou em alta de 0,74% aos 23.940; o Ibex 35 (Madri) ficou em alta de 0,64% a 9.572; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em alta de 0,07% a 5.306.

O recorde no Stoxx Europe 600 se deu com o humor das empresas americanas que respondem por 20,5% da receita neste índice, o mais importante do país, de acordo com o FactSet.  Já a Europa, como um todo, é a principal região das empresas Stoxx 600, que respondem por 48% da receita.

Na bolsa de Frankfurt, as ações da Wirecard AG subiram 6,06%, as da RWE AG subiram 2,11% e as da E.ON SE subiram 0,70%. Na contramão ficaram as ações da Volskwagen AG, queda de 1,48%, as da Continental AG, queda de 1,43%, as da Daimler AG, queda de 0,77% e as da Bayer AG, queda de 0,74%.

Em Paris, as ações da Kering subiram 1,77% e as da Danone subiram 1,46%. Na contramão, as ações da Orange, queda de 1,34% e as do Carrefour, queda de 1,26%.

Embora os analistas não tenham certeza de quanto impulso o acordo trará, ainda houve alegria por uma diminuição nas tensões comerciais.

Na Alemanha, os preços ao consumidor subiram 1,4% em 2019, em uma base média anual em comparação a 2018. O Serviço Federal de Estatística (Destatis) também informa que a taxa de aumento homóloga de preços foi menor em 2019 do que no ano anterior (2018: + 1,8%). Em dezembro de 2019, a taxa de inflação medida pelo índice de preços ao consumidor foi superior à dos meses anteriores, atingindo + 1,5%.

Os preços ao consumidor como um todo aumentaram 1,5% em dezembro de 2019 em comparação com dezembro de 2018. Portanto, a taxa de inflação aumentou no final do ano (novembro e outubro de 2019: + 1,1% cada).

Comparado a novembro de 2019, o índice de preços ao consumidor aumentou 0,5% em dezembro de 2019. O aumento foi atribuível em grande parte aos preços sazonalmente mais altos das férias organizadas (+ 21,1%).

Tradução ID de agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?