Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Europa fecham março devolvendo ganhos

Data de criação:

access_time 31/03/2021 - 14:37

Data de atualização:

access_time 31/03/2021 - 14:37
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As ações europeias devolveram os ganhos nesta quarta-feira (31/03) no fechamento do mês e do trimestre. Os investidores mantiveram as atenções nos movimentos corporativos e também nos indicadores econômicos.

Ao final, o índice Stoxx Europe 600 fechou em queda de 0,24% aos 429.60 pontos em Londres; o FTSE-100 (Londres) ficou em queda de 0,86% aos 6.713 pontos; o DAX 30 (Frankfurt) ficou estável aos 15.008 pontos; o CAC 40 (Paris) ficou em queda de 0,34% aos 6.067 pontos; o FTSE-MIB (Milão) ficou estável aos 24.648 pontos; o Ibex 35 (Madri) ficou em queda de 0,18% aos 8.580 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em alta de 0,81% a 4.929 pontos.

O índice pan-europeu devolveu as altas com as ações dos bancos recuando e de tecnologia. Os ganhos ficaram com o setor de serviços básicos.

O pacote destinado ao setor de infraestrutura do presidente dos Estados Unidos Joe Biden de US$3 trilhões estava no radar dos mercados europeus. Ainda por lá, os rendimentos dos Treasuries dos Estados Unidos, que pressionaram as ações, também ficaram entre os destaques de cautela do dia.

Na Europa, apesar do Reino Unido ter liberado a abertura de setores não essenciais, as atenções estavam voltadas para mais uma onda de coronavírus atingindo várias regiões do Continente. O processo de vacinação também está lento, com farmacêuticas enfrentando dificuldades para atender a crescente demanda.

Na França, o presidente Emmanuel Macron deverá impor novas regras de lockdown para tentar impedir o avanço da Covid-19 naquele país.

Por fim, os comerciantes ficaram atentos aos indicadores econômicos apresentados para a Europa e para o setor de trabalho dos Estados Unidos.

Entre as ações com ganhos na bolsa de Frankfurt ficaram as da RWE, alta de 3,15%, as da E.ON, alta de 1,70%, as da Delivery Hero, alta de 0,96%, e as da Siemens, alta de 0,89%. Na contramão ficaram as da Basf, queda de 1,45%, as da Covestro, queda de 1,48%, as do Deutsche Bank, queda de 1,09%, e as da Allianz, queda de 0,91%.

*Por Ivonéte Dainese com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?