Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Europa fecham sem direção única

Data de criação:

access_time 23/02/2021 - 15:06

Data de atualização:

access_time 23/02/2021 - 15:06
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas europeias ficaram sem direção nesta terça-feira (23), com rendimentos dos títulos soberanos pressionando. Todas as atenções estavam voltadas para as declarações do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, ao Senado dos Estados Unidos. As ações das empresas de tecnologia também perderam força, com os investidores partindo para outros ativos.

Ao final, o índice Stoxx Europe 600 fechou em queda de 0,42% aos 411.32 pontos em Londres; o FTSE-100 (Londres) ficou em alta de 0,21% aos 6.625 pontos; o DAX 30 (Frankfurt) ficou em alta de 0,61% aos 13.864 pontos; o CAC 40 (Paris) ficou em alta de 0,22% aos 5.779 pontos; o FTSE-MIB (Milão) ficou em queda de 0,30% aos 22.939 pontos; o Ibex 35 (Madri) ficou em alta 1,72% aos 8.252 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em queda de 0,94% a 4.729 pontos.

O aumento recente nos rendimentos dos títulos soberanos também pesou sobre as ações. As de tecnologia caíram no apetite do investidor depois do desempenho altista durante a pandemia COVID-19. Já as ações dos bancos se beneficiaram do aumento nas taxas de empréstimos, com o índice de bancos ​​da Espanha subindo 1,7%.

Os rendimentos dos Treasuries dos Estados Unidos recuaram ligeiramente depois que o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, minimizou as preocupações com as pressões inflacionárias e reiterou o apoio monetário.

Sobre a Covid-19, os casos estão recuando na Espanha. Atualmente são 252,19 casos em cada 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, segundo o balanço oficial desta segunda-feira. No fim de semana foram confirmados 20.849 casos e 535 mortes, conforme a Efe.

Na Europa, a taxa de inflação anual da Zona do Euro foi de 0,9% em janeiro de 2021, ante -0,3% em dezembro. Um ano antes, a taxa era de 1,4%. A inflação anual da União Europeia foi de 1,2% em janeiro de 2021, ante 0,3% em dezembro. Um ano antes, a taxa era de 1,7%. Estes dados são publicados pelo Eurostat, o serviço de estatística da União Europeia.

No Reino Unido, desde fevereiro de 2020, o número de funcionários da folha de pagamento caiu 726 mil, no entanto, as quedas maiores foram observadas no início da pandemia de coronavírus, com os últimos dois meses registrando pequenos aumentos.  Os dados são do Governo Britânico.

*Por Ivonéte Dainese com agências Reuters e relatórios

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?