Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Europa ficam divididas com atenção para os EUA

Data de criação:

access_time 15/03/2021 - 14:35

Data de atualização:

access_time 15/03/2021 - 14:35
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas de ações da Europa fecharam sem direção nesta segunda-feira (15/03), com o setor corporativo pesando nos desempenhos. A recuperação econômica está no foco central, bem como as reuniões dos bancos centrais marcadas para essa semana.

Ao final, o índice Stoxx Europe 600 fechou estável aos 423.08 pontos em Londres; o FTSE-100 (Londres) ficou em queda de 0,17% aos 6.749 pontos; o DAX 30 (Frankfurt) ficou em queda de 0,28% aos 14.461 pontos; o CAC 40 (Paris) ficou em queda de 0,17% aos 6.035 pontos; o FTSE-MIB (Milão) ficou em alta de 0,11% aos 24.139 pontos; o Ibex 35 (Madri) ficou em queda de 0,11% aos 8.635 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em queda de 0,65% a 4.817 pontos.

O índice pan-europeu ficou estável, com os dados de inflação avançando e elevando as preocupações de aperto monetário por parte dos bancos centrais.

O aumento dos rendimentos dos títulos pesou em setores, como no de tecnologia, ao mesmo tempo em que impulsionou ganhos em ações mais sensíveis no mercado, como bancos, energia e montadoras.

Como nas demais partes do mundo, o investidor europeu mantém o radar nos Estados Unidos, já que o Federal Reserve vai começar a reunião de política monetária amanhã (16).

Sobre a pandemia, de acordo com a agência Efe, a maior parte da Itália está novamente confinada, com a proibição de sair de casa se não for por trabalho ou por necessidade. Pelo menos 80% dos alunos estão com aula virtual.

O novo decreto vem do primeiro-ministro Mario Draghi, com ênfase nas regiões que têm uma incidência semanal de 250 infecções por cada 100 mil habitantes. Essas regiões entrarão na “zona vermelha”.

Por outro lado, teve início hoje a primeira fase de reabertura em Portugal. Estão liberadas creches, escolas primárias, cabeleireiros, livrarias e cafés.

“Hoje estamos entrando na primeira fase do desconfinamento, que tem que ser muito prudente, gradual e conta-gotas. E conta-gotas não é sinônimo de sair e fazer tudo o que gostaríamos de fazer como se ainda não estivéssemos passando por uma pandemia grave, “alertou o primeiro-ministro António Costa, n no Twitter.

Entre as ações com ganhos na bolsa de Frankfurt ficaram as da Volkswagen, alta de 2,40%, as da Infineon, alta de 1,28%, e as da RWE, alta de 0,74%. Na contramão ficaram as ações da Covestro, queda de 3,15%, Basf, queda de 2,81%, as da Adidas, queda de 2,04%, e as da Siemens, queda de 0,43%.

Na Alemanha, em fevereiro de 2021, os preços de venda no atacado aumentaram 2,3% em relação a fevereiro de 2020. Em janeiro de 2021 e dezembro de 2020, as taxas de variação anual foram de 0,0% e -1,2%, respectivamente. De janeiro de 2021 a fevereiro de 2021, o índice subiu 1,4%. Os dados são do Destatis.

*Por Ivonéte Dainese com agências internacionais e relatórios

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?