Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Europa ficam divididas com dados do PIB

Data de criação:

access_time 18/05/2021 - 13:55

Data de atualização:

access_time 18/05/2021 - 13:55
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas de ações da Europa fecharam divididas nesta terça-feira (18/05). Os investidores acompanharam os demais mercados, mas com atenção para o PIB da Europa. A taxa de desemprego do Reino Unido recuou.

Índices: o índice Stoxx Europe 600 ficou em alta de 0,17% aos 443.04 em Londres; o FTSE-100 (Londres) ficou estável aos 7.034; o DAX 30 (Frankfurt) ficou em queda de 0,07% aos 15.386; o CAC 40 (Paris) ficou em queda de 0,21% aos 6.353; o FTSE-MIB (Milão) ficou em alta de 0,07% aos 24.880; o Ibex 35 (Madri) ficou em alta de 0,31% aos 9.183; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em alta de 0,70% a 5.278.

O índice pan-europeu ficou em alta moderada, com as ações das empresas de viagens e lazer. Na contramão ficaram as ações de mineradoras e bancos.

O índice DAX 30, bolsa de Frankfurt, bateu recorde durante o dia, mas fechou perto da estabilidade. O FTSE MIB, bolsa de Milão, também manteve a estabilidade com os dados da balança comercial italiana.

O Eurostat mostrou que os números do PIB da Zona do Euro (-0,6%) e da União Europeia (-0,4) recuaram no primeiro trimestre de 2021, com os dados da Alemanha em queda de 1,7%, seguido da alta em 0,4% da França e da Espanha em queda de 0,5%.

Na região, as preocupações com a inflação devido aos preços elevados das commodities, que acabaram pesando na cadeia de abastecimento, elevaram os temores de os bancos centrais poderão reduzir o apoio monetário.

No Reino Unido, a taxa de desocupação ficou abaixo das estimativas. A taxa caiu para 4,8% nos três meses até março. Os resultados pesaram nos negócios na bolsa de Londres.

Entre as ações com ganhos na bolsa de Frankfurt ficaram as da Siemens Energy, alta de 2,12%, as da Continental AG, alta de 1,50%, as da Volkswagen AG, alta de 0,96%, e as do Deutsche Bank, alta de 0,62%. Na contramão ficaram as Siemens AG, queda de 1,70%, as da Adidas, queda de 1,01%, e as da Bayer, queda de 0,79%.

*Tradução ID com relatórios

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?