Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Europa ficam sem direção com expectativa para o Fed

Data de criação:

access_time 29/07/2020 - 16:44

Data de atualização:

access_time 29/07/2020 - 16:44
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas de valores europeias ficaram divididas nesta quarta-feira, com a temporada de resultados financeiros e as expectativas para o final da reunião do Federal Reserve. Resultados financeiros dos principais bancos também pesaram.

Ao final, o índice Stoxx Europe 600 ficou estável aos 367.45 pontos em Londres; o índice FTSE100, bolsa de Londres, ficou estável aos 6.131 pontos; o índice DAX30, bolsa de Frankfurt, ficou em queda de 0,10% aos 12.822 pontos; o CAC 40 (Paris) ficou em alta de 0,60% aos 4.958 pontos; o FTSE-MIB (Milão) ficou em queda de 0,11% aos 19.880 pontos; o Ibex 35 (Madri) ficou em queda de 0,55% a 7.206 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em queda de 0,27% a 4.395 pontos.

Na França, o índice CAC 40 acabou subindo com os resultados financeiros da gigante  Schneider Electric SE.

Os investidores esperavam pelo fim da reunião do Federal Reserve, que manteve as taxas de juros, embora com os reflexos da decisão e também do detalhamento dos pontos pelo presidente Jerome Powell serão sentidos apenas nas negociações de amanhã.

As ações do Barclays PL caíram 5%, depois de reportar o Ebitda pela metade no primeiro semestre de 2020, quando o credor registrou uma cobrança por impairment de crédito de £ 3,74 bilhões (US $ 4,8 bilhões). O Barclays também alertou para um segundo semestre desafiador.

As ações do Banco Santander caíram 5%, depois que o credor espanhol relatou uma perda maciça surpresa no segundo trimestre, ponderada por um prejuízo de €12,6 bilhões (US$ 14,76 bilhões) decorrente do impacto econômico da pandemia .

As ações do Deutsche Bank AG caíram quase 5%. O banco alemão registrou uma perda no segundo trimestre, mas a receita mais alta com um forte desempenho de sua unidade de banco de investimento. As provisões para empréstimos podres atingiram o nível mais alto em mais de uma década.

As ações da Schneider Electric subiram 3%, depois que o grupo francês de gerenciamento de energia relatou queda no lucro líquido do primeiro semestre, mas restabeleceu metas para o ano inteiro e manteve o programa de recompra de ações.

Na Alemanha, o Departamento Federal de Estatística-Destatis mostrou que o índice de preços de importação diminuiu 5,1% em junho de 2020 em comparação com o mês correspondente do ano anterior. Entre abril de 2020 e maio de 2020, as taxas anuais de variação ficaram em menos 7,4% e menos 7,0%, respectivamente. De maio de 2020 a junho de 2020, o índice aumentou 0,6%.

*Por Ivonéte Dainese de relatórios oficiais e com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?