Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Europa ficam sem direção

Data de criação:

access_time 28/07/2020 - 14:31

Data de atualização:

access_time 28/07/2020 - 14:31
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas de valores europeias ficaram sem direção nesta terça-feira, com os investidores atentos nos Estados Unidos, na temporada de resultados corporativos e nas últimas notícias sobre coronavírus.

Ao final, o índice Stoxx Europe 600 ficou em alta de 0,42% aos 367.68 pontos em Londres; o índice FTSE100, bolsa de Londres, ficou em alta de 0,40% aos 6.129 pontos; o índice DAX30, bolsa de Frankfurt, ficou estável aos 12.835 pontos; o CAC 40 (Paris) ficou em queda de 0,22% aos 4.928 pontos; o FTSE-MIB (Milão) ficou em queda de 0,59% aos 19.902 pontos; o Ibex 35 (Madri) ficou em alta de 1,06% a 7.246 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em queda de 1,01% a 4.407 pontos.

Nesta sessão, depois de uma valorização forte sobre o dólar, o euro caiu e estava sendo negociado a US $ 1,1726, ante o US$ 1.1753 de ontem, quando atingiu o nível mais alto desde setembro 2018. O ouro também assustou e segue mantendo a valorização em 0,63% a US$1.943,00 a onça na bolsa Mercantil de Futuros de Nova York.

Já na Europa, os números de coronavírus melhoraram, com menos mortes com a taxa de testes positivos caindo. Essa melhoria ocorre quando a fabricante de medicamentos Moderna iniciou o estágio final dos testes da vacina COVID-19.

Em dia de agenda enfraquecida, os mercados também aproveitaram para ajustar e realizar lucro, enquanto as empresas prosseguem com a temporada de resultados.

Entre as ações com ganhos estavam as da Peugeot, alta de 2,41%, com a montadora francesa registrando lucro acima do estimado no primeiro semestre. A Peugeot planeja concluir sua fusão com a Fiat Chrysler Automobiles antes do final do primeiro trimestre de 2021.

Na contramão ficaram as ações da LVMH Moet Hennessy, queda de 4,5%, depois que a gigante de bens de luxo registrou queda de 84% no lucro do primeiro semestre. A receita caiu 27%.

No Reino Unido, as vendas no varejo permaneceram amplamente estáveis ​​no ano até julho (saldo de + 4%, de -37%) e devem cair um pouco no próximo mês (-5%).  Os pedidos feitos a fornecedores no ano até julho também caíram (saldo de -14%, de -47%) e devem recuar em ritmo semelhante no próximo mês (-14%).  As vendas foram vistas como normais na época do ano (saldo de 0%, de -34%) e devem permanecer assim em agosto (-2%).  O crescimento das vendas pela Internet permaneceu acima da média de longo prazo (saldo de + 48%, de + 50%) e deverá aumentar ainda mais no ano até agosto (+ 61%). Os dados são do Governo Britânico.

Na Espanha, os resultados da Pesquisa de Emprego para o segundo trimestre de 2020 continuam refletindo a situação decorrente da pandemia. A ocupação diminuiu 1.074 milhão pessoas no segundo trimestre. O desemprego aumentou em 55 mil pessoas e a taxa de desemprego é de 15,33%.

*Por Ivonéte Dainese de relatórios oficiais e com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?