Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

BTG Pactual avalia desempenho do Carrefour

Data de criação:

access_time 28/07/2020 - 10:19

Data de atualização:

access_time 28/07/2020 - 10:19
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os analistas do BTG Pactual, no relatório desta terça-feira, avaliaram o desempenho do Carrefour, que divulgou os resultados trimestrais na noite de ontem.

Carrefour

O Carrefour divulgou um conjunto positivo de números trimestrais. O crescimento do SSS (efeitos ex-calendário) em sua divisão de alimentos aumentou 12,1% a / a (contra as estimativas de 8,7% a / a dos analistas), levando a um crescimento de 15,4% a / a nas vendas (2,2% acima dos analistas). No banner Atacadão, o SSS cresceu 8,6% a / a (60bps também acima), com vendas de 13,5% a / a, mesmo sem o “Dia A” em 2020 – uma promoção temporada que registrou vendas de R $ 1 bilhão em apenas um dia em 2019.

Em sua divisão de varejo, o Carrefour registrou um crescimento de SSS de 19,3% a / a (SSS de alimentos + 16,3% a / a; SSS não-alimentar + 54,2% a / a ), impulsionado por uma campanha promocional assertiva e um ticket médio mais alto. Comércio eletrônico de alimentos GMV aumentou 377% a / a (270% a / a excl. Entrega de última milha), um aumento de 45,4% nas categorias não alimentícias e 158,6% a / a em seu mercado, com 60% das vendas provenientes de novos clientes .

A margem bruta consolidada foi de 21,5%, abaixo de 20bps ano /ano  200bps acima das estimativas dos analistas, com a receita líquida compensando receitas mais baixas de postos de gasolina e aluguéis de galerias com a Covid-19), bem como maiores provisões no Banco Carrefour.

Conclusão

Entre outras informações, os analistas destacaram o momento positivo para o Carrefour, embora com recomendação Neutra.

“O Carrefour registrou números fortes no 2T20, que acreditamos que serão bem-vindos pelo mercado, oferecendo riscos positivos aos nossos números de referência. Vemos uma perspectiva resiliente para os varejistas de alimentos em 2020, com maior visibilidade de ganhos versus segmentos mais discricionários e aumento da inflação de alimentos no Brasil, além de mais atraentes avaliações (CRFB em 16x P / E 2021E vs. 35x mediana do setor de varejo), aumentando o momento do ST”, consideraram.

A recomendação é NEUTRA ao preço-alvo de R$ 20,63 / US $ 3,94.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?