Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Dow Jones e S&P avançam e o Nasdaq recua com ações de tecnologia

Data de criação:

access_time 10/08/2020 - 18:08

Data de atualização:

access_time 10/08/2020 - 18:08
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de peso de Nova York fecharam com ganhos nesta segunda-feira. O lado político ficou de lado, com as ações da Boeing e da Caterpillar sustentando os ganhos no Dow Jones.

Ao final, o Dow Jones ficou em alta de 1,30% aos 27.791 pontos. O S&P ficou em alta de 0,27% aps 3.360 pontos. O Nasdaq ficou em queda de 0,39% aos 10.968 pontos.

O radar permaneceu na decisão do presidente Donald Trump, que neste domingo assinou ordens executivas para manter os benefícios dos americanos que estão desempregados. Os valores passaram de US$400 por semana, abaixo dos US$ 600 anteriores. O presidente-candidato decidiu pelas ordens, depois que os republicanos e democratas não conseguiram chegar a um acordo sobre o pacote de US$1 trilhão. O número de desempregados nos Estados Unidos segue em alta.

Hoje, segundo a Reuters, o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, em uma entrevista à CNBC disse que a administração Trump e o Congresso poderiam chegar a um acordo esta semana se os democratas forem “razoáveis”.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as da Boeing, ganhos de 5,52%, e as da Caterpillar, ganharam 5,26%. As ações da Raytheon Technologies Corp subiram 4,90% e as da Nike ganharam 3,48%.

O Nasdaq foi pressionado pelas ações de tecnologia. As da  Amazon caíram 0,61%, as da Microsoft Corp caíram 1,99% e as da Alphabet Inc caíram 0,10%.

As ações da Microsoft caíram 2%, depois que fontes disseram que sua oferta para comprar parte do TikTok de seu dono chinês, ByteDance, será um esforço tecnicamente complexo, segundo escreveu a Reuters.

Nos Estados Unidos, o Departamento do Trabalho divulgou nesta segunda-feira que o número de vagas de emprego, em junho, subiu para 5,9 milhões. As contratações caíram para 6,7 ​​milhões,  o segundo nível mais alto da história das séries. O maior aumento mensal nas contratações ocorreu em maio de 2020.

O total de separações aumentou para 4,8 milhões, sendo que a taxa de demissões aumentou para 1,9%, enquanto a taxa de dispensas permaneceu inalterada em 1,4%. Essas mudanças no mercado de trabalho refletiram uma retomada limitada da atividade econômica, que havia sido reduzida em março e abril devido à pandemia do coronavírus e aos esforços para contê-la.

*Por Ivonéte Dainese de relatórios oficiais e com agências

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?