Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Expectativas de bancos centrais puxam mercados da Ásia

Data de criação:

access_time 27/04/2020 - 10:09

Data de atualização:

access_time 27/04/2020 - 10:12
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os mercados de ações asiáticos ganharam força nesta segunda-feira, com os investidores animados com a decisão do Banco Central do Japão – BoJ, que prometeu mais compras de ativos para reforçar os mercados financeiros.

Ao final, o índice Hang Seng da bolsa de Hong Kong ficou em alta de 1,88% a 24.280 e o índice Shenzhen Composite ficou em alta de 0,06% a 1.738. O índice Xangai ficou em alta de 0,25% a 2.815. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 1,24% a 2.549. O índice S&PASX 200, bolsa de Sidney, ficou em alta de 1,50% a 5.321. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 2,71% aos 19.783. O índice Kospi, Seul, ficou em alta de 1,79% a 1.922. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta de 1,33% os 31.743. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em alta de 2,13% aos 10.567.

O Banco do Japão disse que comprará mais 20 trilhões de ienes (US $ 140 bilhões) em papel comercial e empréstimos bancários. Também elevou seu teto para as compras de títulos do governo japonês. Essa medida já ocorre há anos, com o governo tentando evitar a deflação com o envelhecimento da população do País. O BoJ manteve as taxas de juros.

Na outra ponta, os investidores também estão aguardando as reuniões dos bancos centrais dos Estados Unidos e da Europa nesta semana, em busca de sinais de mais medidas para reverter a maior queda econômica global desde a década de 1930. As reuniões desta semana vêm como evidências crescentes mostrando que o dano econômico da pandemia de coronavírus é ainda pior do que o esperado.

Os investidores também estão tentando enxergar uma luz no pós-surto para alavancar empresas e como prosperar depois que as condições econômicas melhorarem.

A China, onde a pandemia começou em dezembro, reabriu fábricas e outros negócios após o declínio de novos casos.

A agenda estava vazia.

Tradução ID com Associated Press

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?