Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Expectativas por bancos centrais animam mercados asiáticos

Data de criação:

access_time 06/07/2020 - 10:22

Data de atualização:

access_time 06/07/2020 - 10:22
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas de ações asiáticas fecharam em campo positivo nesta segunda-feira. Os investidores ainda olharam para os dados do emprego nos Estados Unidos, divulgados na última quinta-feira (02), e também esperando por mais apoio dos bancos centrais para a recuperação econômica global.

Ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, ficou em alta de 3,81% aos 26.339. O índice Xangai, China, ficou em alta de 5,71% aos 3.332. O índice Shenzhen Composite ficou em alta de 3,90% a 2.121. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 1,83% aos 22.714. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 1,38% aos 2.689. O índice Kospi, Seul, ficou em alta de 1,65% a 2.187. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta de 1,29% os 36.487. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em alta de 1,74% aos 12.116. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em queda de 0,71% aos 6.014%.

Na última quinta-feira (02), os dados do emprego nos Estados Unidos ajudaram a alimentar o humor nos mercados acionários, embora com os casos de coronavírus crescendo naquele país. Lembrando que na sexta-feira, os mercados americanos não operaram em comemoração ao 04 de Julho.

Nesta semana, os investidores aguardam decisões sobre taxas de juros na Austrália e na Malásia. A expectativa é de que o Reserve Bank da Australia mantenha sua taxa de referência em um nível recorde baixo de 0,25%, enquanto os analistas esperam outro corte do Bank Negara Malaysia.

Os mercados também acompanharam as eleições em Singapura e o temor de nova onda de manifestações em Hong Kong com a nova Lei de Segurança.

Na Austrália, os anúncios de emprego saltaram para um recorde de 42% em junho, pois grande parte da economia foi reaberta, mas permaneceu acentuadamente menor em relação ao ano anterior. Os números do Grupo Bancário da Austrália e Nova Zelândia mostraram que o total de anúncios de emprego subiu para uma média de 89.252, contra apenas 62.872 em maio. Os anúncios caíram 0,3% em maio, depois do mergulho de 53,7% em abril. Apesar da recuperação, os anúncios ainda caíram 44,6% em relação ao mês de junho do ano passado. Os dados são do Governo da Austrália.

Tradução ID de relatórios oficiais e com Associated Press

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?