Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Fundos Imobiliários: Quantidade de Cotistas passa de 3,5 milhões em 2020

Data de criação:

access_time 19/01/2021 - 16:21

Data de atualização:

access_time 19/01/2021 - 16:21
format_align_left 6 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A Economatica fez um levantamento e mostrou que os Fundos Imobiliários, com a quantidade de cotistas, ultrapassou 3,5 milhões em 2020, com volume negociado médio diário ultrapassando os R$ 200 milhões/dia, mas o Dividend Yield é o menor da década

O levantamento foi elaborado com base nas informações disponibilizadas pelos gestores na B3 e ANBIMA. Para o cálculo da quantidade de cotistas dos fundos imobiliários foram consideramos todos os Fundos Imobiliários registrados na Associação.

“A amostra é variável, porque para o levantamento verificamos a quantidade de cotistas de todos os fundos que existiam em cada final de ano da década. Devemos salientar que podemos ter alguma dupla contagem, porque que muitos CPF’ s ou CNPJ´s são cotistas de mais de um fundo, assim um único investidor pode estar alocado em diversos fundos imobiliários”, explicaram os analistas.

Em dezembro de 2012, a indústria de fundos imobiliários contava com 124 mil cotistas, ficando abaixo de 200 mil cotistas até agosto de 2015, quando atingiu 207 mil cotistas.

Em dezembro de 2017, a contagem subiu e ultrapassou os 300 mil cotistas. Em outubro de 2018, a indústria ultrapassou os 500 mil cotistas e dobrou a quantidade para 1 milhão de cotistas em junho de 2019. Já em janeiro de 2020, o total superou os 2 milhões e em julho de 2020 os 3 milhões de cotistas.

Em dezembro de 2020, foram registrados 3,73 milhões de cotistas em fundos imobiliários, que é 91,7% superior a dezembro de 2019 e representou um crescimento de 1,78 milhões de cotistas.

Fundos com maior quantidade de cotistas em dezembro de 2020

O FII Maxi Renda FII-Única liderou a lista em dezembro de 2020, quando eram 304.576 cotistas, mostrando um acréscimo de 223.606 cotistas em relação a dezembro de 2019.

O Credit Suisse Hedging Griffo Cor Val S.A e Vinci Real State Gestora de Rec Ltda, com três FII cada, lideraram a lista. Quatro gestores têm dois fundos e seis gestores ficaram com um único fundo na lista dos 20 FII com maior quantidade de cotistas.

Nove FII tiveram  como foco de atuação o tipo TVM, quatro híbridos, três de shoppings, dois de logística e os tipos lajes corporativas e outros focos participaram com um FII cada.

Volume financeiro médio diário anual consolidado

Para o levantamento, a equipe da Economatica considerou os dados da bolsa B3 e os fundos negociados neste mercado, a amostra é variável tendo em vista que foram considerados todos os FII presentes em cada data.

Em 2011, os FII movimentavam em média por dia R$ 3,3 milhões/dia, no ano de 2013 ultrapassaram os R$ 20 milhões/dia e ficaram até o ano de 2017 com volume entre R$ 20 e 30 milhões/dia.

Em 2018, o volume atingiu R$ 43,5 milhões em média por dia, saltando para R$ 118,3 milhões no ano de 2019 e R$ 207,9 milhões em 2020.

Entre os anos de 2018 e 2019, o crescimento foi de 171,9% e em 2020 registraram crescimento de 75,7%. Já entre os anos de 2018 e 2020, o crescimento é de 377,7%.

Fundos com maior volume financeiro médio diário em 2020 na B3

O fundo FII Xp Log (XPLG11), da Xp Asset Management, com foco de atuação em Logística, no ano de 2020 movimentou em média por dia na bolsa B3 R$ 8,27 milhões/dia, valor este 60,5% superior ao do ano de 2019 ou R$ 3,11 milhões superior.

BTG Pactual Gestora de Recursos Ltd, Credit Suisse Hedging Griffo Wm S.A. e Kinea Investimento Ltda tiveram fundos na lista dos 20 mais negociados.

Hedge Invest Real Estate Gestão de Rec, Vinci Real State Gestora de Rec Ltda e Xp Asset Management têm dois fundos cada um. Outros cinco gestores participam com um fundo cada.

Sete fundos têm como foco de atuação o tipo TVM, seis são híbridos, shoppings e logística têm três fundos cada um e lajes corporativas um único fundo.

Dividend yield – Mediana dos Fundos Imobiliários negociados na B3

Para o cálculo foram utilizados todos os FII que têm pelo menos um DY em um dos anos da amostra, portanto a amostra é variável e retira uma fotografia do mercado em cada data.

A mediana do dividend yield dos FII negociados na B3 no ano de 2020 foi de 5,09%, que é o menor valor registrado na década. Nos nove primeiros anos da década, a mediana do dividend yield sempre foi superior a 7%. O melhor registro foi no ano de 2015 com 10,8%.

Média do Dividend yield dos ativos do IFIX por foco de atuação

A média de todos os ativos do IFIX no ano de 2020 é de 5,82%, sendo que o maior valor da amostra foi de 14,32% e o menor de 0,94%.
31 FII de TVM na média têm 6,57% de dividend yield, com o maior valor em 14,32% e menor valor de 3,07%.

Os FII híbridos têm o segundo melhor desempenho com 5,92%, lajes corporativas 5,68%, logística com 4,99%, outros com 4,54% e shoppings com 3,16%.

FII´s com melhores medianas de dividend Yield

Para fazer parte da amostra o FII é preciso ter dividend yield nos últimos cinco anos e fazer parte da carteira do IFIX atualmente. A lista está ordenada pela mediana dos últimos cinco anos até 2020. Verificamos que 33 dos 86 FII da atual carteira do IFIX estão presentes no mercado há mais de 5 anos”, explicaram.

O FII Merito I (MFII11), da Mérito Investimentos, teve o melhor desempenho com 13,34% na mediana dos últimos 5 anos, o volume financeiro médio diário do papel em 2020 era de R$ 737 Mil /dia.

A menor mediana de DY em 5 anos da amostra é de 4,80%. Cinco FII têm mediana acima de 10% e 27 fundos entre 6,25% e 9,38%.

FII com melhor rentabilidade em 5 anos

“Para a amostra listamos os fundos da atual carteira do IFIX e procuramos todos os FII que registram valorização nos últimos cinco anos. Somente 11 dos 87 papéis do índice registram valorização nos cinco anos e na mediana o fundo FII Cshgprim (HGPO11) do CSHG, de lajes corporativas e com 9.379 cotistas, com o melhor desempenho com mediana de rentabilidade de 28,12%. O melhor registro do FII Cshgprim nos cinco anos foi em 2019 com valorização de 36,86% e o menor registro em 2020 com valorização de 6,20%”, finalizaram.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?