Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Ibovespa flerta com os 120 mil pontos com bancos e declarações em Davos

Data de criação:

access_time 23/01/2020 - 19:13

Data de atualização:

access_time 23/01/2020 - 19:13
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A bolsa de valores de São Paulo voltou com força para o campo positivo nesta quinta-feira. O que se viu foi o investidor doméstico atento para as declarações dos representantes do Brasil no Fórum Econômico Mundial em Davos, Suíça. Além disso, depois de uma sequência de quedas, as ações do setor financeiro voltaram para os ganhos.

Ao final, o Ibovespa ficou em alta de 0,96% aos 119.527 pontos, novo recorde. O giro financeiro ficou em R$ 25,32 bilhões.

Conforme análise de Alvaro Bandeira, economista-chefe do ModalMais, as declarações do ministro Paulo Guedes em Davos ajudaram a alimentar o índice principal.

“Paulo Guedes destacou a prioridade da reforma tributária para consolidar o crescimento da economia, dizendo que a ideia é ter programa de substituição de impostos e maior simplificação, sem aumentar a carga na economia. Também falou que o Brasil teve reconhecimento na reunião de Davos, depois do inferno vivido, se referindo a alguns episódios recentes ruins e preservação da natureza.”

Ainda no radar permaneceu a declaração do Banco Central do Brasil sobre as novas diretrizes para o endurecimento da lavagem de dinheiro, com maior cerco a políticos familiares em transações.

Por fim, o índice também foi influenciado pela recuperação de Wall Street, com a decisão da Organização Mundial da Saúde – OMS de não declarar emergência de saúde global na China com o coronavírus.

Operaram com ganhos
Braskem PNA, alta de 7,26%; Brasil ON, alta de 5,62%; GOL PN, alta de 5,03%; CCR ON, alta de 4,04%; e Localiza ON, alta de 3,83%.

Operaram com perdas
Intermedica ON, queda de 2,54%; IRBBrasil RE ON, queda 2,27%; Cia Hering ON, queda de 2,19%; BRF ON, queda de 2,13%; e AMBEV ON, queda de 2,10%.

Mais negociadas
Brasil ON, alta de 5,62%; Vale ON, queda de 1,42%; Bradesco PN, alta 2,64%; ItauUnibanco PN, alta de 2,37%; e Petrobras PN, alta de 1,06%.

Carteira Teórica
Na Carteira Teórica do Índice Bovespa, que passou a vigorar de 06 de janeiro de 2020 a 30 de abril de 2020, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice: Itauunibanco PN (8,573%), Vale ON (8,189%), Bradesco PN (6,985%), Petrobras PN (6,617%), e B3 ON (4,312%).

Commodities

Os preços do petróleo recuaram nos Estados Unidos, com a Agência de Energia divulgando os estoques da semana passada. A queda foi maior do que as estimativas.

O petróleo referência Brent ficou em queda de 1,36% a US$61,57 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI ficou em queda de 1,83% aos US$55,70 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou em queda de 3,35% aos US$93,44 a tonelada seca e com 62% de pureza.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?