Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Ibovespa sustenta os 105 mil pontos

Data de criação:

access_time 29/07/2020 - 18:38

Data de atualização:

access_time 29/07/2020 - 20:30
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

O Ibovespa fechou em campo positivo nesta quarta-feira. O que se viu foi o investidor animado com o cenário externo, com as notícias do setor corporativo e com as expectativas para o Federal Reserve.

Ao final, o Ibovespa ficou em alta de 1,44% aos 105.605 pontos. O volume financeiro ficou em R$28,17 bilhões.

“Hoje o mercado ficou esperando pelo Fed, bem como sob os reflexos dos dados do Caged divulgados ontem. O movimento na bolsa, que vem surpreendendo, pode ser explicado por um comportamento atípico. Os balanços das empresas estão chegando, não tão ruins como se esperava e com investidor comprando mais ações. O mercado sempre trabalha com o futuro e o que se vê são as casas de análises e o próprio Boletim Focus elevando as projeções para o PIB. Outro fator importante são as ações dos bancos, que estão agora melhores com as expectativas dos resultados financeiros do segundo trimestre. O Bradesco, por exemplo, está com valorização em 8% numa posição relevante. Se as projeções se justificarem, isso depois dos balanços, haverá uma realização e já visualizamos um índice em 120 mil pontos. A conclusão é que o cenário parou de piorar e a recuperação da bolsa está em V. Nesta reta final de julho, o que se vê é a bolsa caminhando para quarto mês de fechamento no positivo”, pontuou o head de renda variável da Messem Investimentos, William Teixeira.

Operaram com ganhos
Grupo Natura ON, alta de 6,73%; Cogna ON, alta de 10,78%; Cyrela Re. ON, alta de 4,83%; Vale ON, alta de 1,74%; Sul América UNT, alta de 2,10%; e Azul PN, alta de 1,30%.

Operaram com perdas
Minerva ON, queda de 4,41%; Cielo ON, queda de 5,34%; GOL PN, queda de 3,30%; Marfrig ON, queda de 2,28%.

Mais negociadas
OI ON, alta de 7,91%; Petrobras PN, queda de 0,17%; Vale ON, alta de 1,74%; Via Varejo ON, alta de 7,14%; e Bradesco PN, alta de 1,90%.

Carteira Teórica
Na Carteira Teórica do Índice Bovespa, que passou a vigorar de 04 de maio de 2020 a 04 de setembro de 2020, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice: Vale ON (10,154%), Itauunibanco PN (7,414%), Bradesco PN (5,611%), Petrobras PN (5,610%) e B3 ON (5,405%).

Commodities

O petróleo referência Brent ficou estável aos US$44,10 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI operou em alta de 0,68% e com o barril negociado aos US$41,32 na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou em alta de 3,67% a US$110,57 a tonelada seca.

*Por Ivonéte Dainese

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?