Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ÍNDICES: Como estão os mercados acionários, as moedas e agendas?

Data de criação:

access_time 16/11/2020 - 14:06

Data de atualização:

access_time 16/11/2020 - 14:06
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários e das moedas para esta segunda-feira (16/11).

ÁSIA – O índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, fechou em alta de 0,86% aos 26.381 pontos. O índice Xangai, China, ficou em alta de 1,11% aos 3.346. O índice Shenzhen Composite ficou em alta de 0,93% a 2.289 e o ChiNext ficou em alta de 0,83%. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 2,05% aos 25.906. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 1,35% aos 2.748. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta de 0,45% aos 43.637. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em alta de 1,23% aos 6.484. O índice Kospi, Seul, ficou em alta de 1,97% a 2.543 pontos. O índice Taiex, bolsa de Seul, ficou em alta de 2,10% aos 13.551 pontos.

O bom humor tomou conta dos investidores asiáticos nesta segunda-feira. O otimismo ocorreu com os dados da China, mostrando que a segunda maior economia do mundo está em recuperação no pós-pandemia de coronavírus. A decisão do Japão em acertar as transações comerciais com mais 15 países também ajudou no desempenho de hoje. No radar permanecem as declarações do presidente eleito dos Estados Unidos.

EUROPA: Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 operava em alta de 1,34% aos 390.33 pontos em Londres; o FTSE-100 (Londres) seguia em alta de 1,80% a 6.430 pontos; o DAX 30 (Frankfurt) opera em alta de 0,72% aos 13.170 pontos; o CAC 40 (Paris) segue em alta de 1,95% aos 5.484 pontos; o FTSE-MIB (Milão) segue em alta de 2,29% aos 21.379 pontos; o Ibex 35 (Madri) está em alta de 2,65% a 7.990 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) segue em alta de 1,24% aos 4.421 pontos.

As bolsas da Europa estão dando sinais de fechamento com ganhos. O bom humor vei com as informações da Moderna Inc, com a candidata a vacina contra a Covid-19.  O índice pan-europeu foi negociado em alta com a vacina. As informações sobre o Brexit e as expectativas para o governo de Joe Biden também animaram os negociadores, em dia de agenda esvaziada (Mais informações sobre o fechamento em instantes).

ESTADOS UNIDOS – Há pouco, o Dow Jones estava em alta de 1,49% aos 29.919 pontos; o S&P seguia em alta de 1,12% aos 3.624 pontos; e o Nasdaq seguia em alta de 0,67% aos 11.908 pontos.

Na bolsa de Nova York, os índices estão renovando os ganhos nesta segunda-feira. As informações sobre a Moderna com a vacina e as declarações do presidente eleito de que não haverá lockdown nos Estados Unidos também estão alimentando o bom humor. Nesta sessão, sem indicadores econômicos, os números da China também estão chamando a atenção. As ações dos mais importantes bancos americanos operam valorizadas. O índice de dólar está em queda de 0,15% a 92,62.

BRASIL: Ibovespa opera em alta de 0,83% aos 105.592 pontos. O dólar comercial opera em queda de 0,89% a R$5,426 para a venda.

A bolsa brasileira acompanha o otimismo externo. O Ibovespa renova a alta com as expectativas para as informações da Moderna sobre a sua vacina. Por outro lado, as declarações de Joe Biden de que não pretende determinar novo lockdown também pesam por aqui. Sobre o front político no Brasil, o mercado ainda está analisando o desenrolar da eleição de ontem. Houve uma mudança no comportamento do eleitor, que desta vez não foi no discurso de mudança radical, de força, de rebeldia e partiu para a escolha de partidos mais ligados ao Centro. Sobre os vereadores, as escolhas ocorreram também para os partidos não tão ligados aos extremos.  No Boletim Focus de hoje, o BCB reduziu novamente as projeções negativas para o PIB, que é um bom sinal. A temporada segue no foco. O dólar opera em queda e o BCB entrou com leilão de swap. O destaque é a estreia do PIX nas transações bancárias..

O petróleo referência Brent está em alta de 3,25% aos US$44,17 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI seguia em alta de 3,49% aos US$41,53 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do minério de ferro negociado no Porto de Qingdao ficou em alta de 1,39% a US$124,07 a tonelada seca.

*Tradução ID com relatórios e casas de análises

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?