Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Índices de Wall Street ficam divididos com ADP, PMI e COVID-19

Data de criação:

access_time 06/05/2020 - 19:03

Data de atualização:

access_time 06/05/2020 - 19:03
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de peso de Wall Street fecharam sem direção nesta quarta-feira, em sessão marcada pela volatilidade, com os investidores analisando os balanços financeiros e, principalmente, os dados do relatório ADP para o setor de trabalho dos Estados Unidos. Além disso, a possibilidade do afrouxamento das medidas restritivas por conta do coronavírus no país também ficaram no radar.

Ao final, o Dow Jones ficou em queda de 0,91% aos 23.664 pontos. O S&P ficou em queda de 0,70% aos 2.848 pontos. O Nasdaq ficou em alta de 0,51% aos 8.854 pontos. O índice VIX subiu 1,52% aos 34,12.

Os investidores também analisaram as atualizações trimestrais corporativas de algumas das maiores empresas do país, com os lucros da Walt Disney Co. caindo mais de 90% no segundo trimestre devido ao impacto da pandemia na gigante do entretenimento.

O desemprego disparou nos Estados Unidos durante a pandemia, mas os investidores menosprezaram as manchetes negativas e compraram ações relacionadas à tecnologia, Por outro lado, os investidores estão ansiosos para a reabertura da economia e, ao mesmo tempo, aguardam por uma notícia de vacina para retardar a propagação do coronavírus.

Entre as empresas que apresentaram resultados estavam estava a General Motors Co, com ações subindo 3%, depois que as vendas do primeiro trimestre e os ganhos caíram menos do que o estimado, uma vez que as vendas de caminhões nos Estados Unidos subiram.

Já no contraponto ficaram as ações da Walt Disney & Co, queda de 0,17%, com a gigante de entretenimento reportando lucro fiscal no segundo trimestre de US $ 460 milhões, ou 26 centavos de dólar por ação, em vendas de US $ 18,01 bilhões, acima dos US $ 14,9 bilhões no trimestre do ano anterior. O fechamento de companhia custou aos cofres mais de US $ 1 bilhão no lucro.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as da Nike, alta de 1,42%, as da Intel Corp, alta de 1,30%, as da Apple, alta de 1,03%, e as da Microsoft, alta de 0,98%. Na contramão ficaram as ações da Travelers, queda de 3,68%, as da American Express, queda de 3,68%, as da Chevron, queda de 3,06%, e as da Boeing, queda de 2,82%.

Nos Estados Unidos, o relatório Automatic Data Processing Inc – ADP, a maior processadora de folha de pagamento do país, mostrou que as empresas do setor privado perderam 20,2 milhões de empregos em abril. O relatório é produzido em colaboração com o Analytics da Moody. O resultado é consequência da paralisação nacional para impedir o avanço do coronavírus, ressaltando a maior crise no setor de trabalho dos Estados Unidos em quase um século.

Nos Estados Unidos, a Agência de Energia divulgou os estoques dos insumos de petróleo da semana passada.  Os estoques comerciais de petróleo bruto (excluindo os da Reserva Estratégica) subiram para 4,6 milhões de barris em relação à semana anterior. As refinarias operaram com 70,05% de capacidade em relação à semana anterior.

Por Ivonéte Dainese com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?