Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ÍNDICES: Mercados acionários, moedas e agendas

Data de criação:

access_time 23/04/2020 - 12:01

Data de atualização:

access_time 23/04/2020 - 12:01
format_align_left 5 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários e das moedas para esta quinta-feira (23/04).

ÁSIA – Ao final, o índice Hang Seng da bolsa de Hong Kong ficou em alta de 0,35% a 23.977 e o índice Shenzhen Composite ficou em queda de 0,50% a 1.763. O índice Xangai ficou em alta de 0,60% a 2.843. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,30% a 2.542. O índice S&PASX 200, bolsa de Sidney, ficou em queda de 0,08% a 5.217. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 1,52% aos 19.429. O índice Kospi, Seul, ficou em alta de 0,98% a 1.914. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta de 1,54% os 31.863. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em alta de 0,57% aos 10.366.

Os mercados asiáticos ficaram sem direção nesta quinta-feira. O que se viu foi o investidor acompanhando os preços do petróleo, bem como as primeiras prévias dos índices Gerentes de Compras, já com os efeitos da pandemia de coronavírus. A temporada de balanços nos Estados Unidos, bem como os números do setor de trabalho, também era esperada pelos investidores da região.

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 seguia em alta de 0,95% aos 333.11 pontos em Londres; o FTSE-100 (Londres) seguia em alta de 0,67% aos 5.809 pontos; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em alta de 0,82% a 10.499 pontos; o CAC 40 (Paris) seguia em alta de 1,08% a 4.459 pontos; o FTSE-MIB (Milão) seguia em alta de 1,43% aos 17.005 pontos; o Ibex 35 (Madri) seguia em alta de 0,49% a 6.752 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) seguia em alta de 1,15% a 4.147 pontos.

As bolsas de ações da Europa estão operando em campo positivo nesta reta final dos negócios. No radar ficaram as prévias dos PMIs, dados do emprego nos Estados Unidos e também os números da pandemia.  O Banco Central Europeu disse que aceitará títulos como colateral nas suas operações que tinham a classificação de grau de investimento em 07 de abril mas perderam-na depois, ajudando assim os países periféricos. O PMI da Zona do Euro veio abaixo do esperado em todas as categorias em abril: 33,6 para manufatura (expectativa 38,0), 11,7 para serviços (expectativa era 22,8) e 13,5 para composto (expectativa era 25,0). Na Alemanha os dados vieram um pouco acima disso, mas ainda bem abaixo das expectativas (manufatura 34,4, serviços 15,9, composto 17,1) e a confiança do consumidor também surpreendeu para baixo (-23,4 contra expectativa de -1,8).

ESTADOS UNIDOS: O Dow Jones opera em alta 1,41% aos 23.802 pontos. O S&P opera em alta de 1,34% aos 2.836 pontos. O Nasdaq opera em alta de 1,45% aos 8.619 pontos.

A bolsa de Nova York opera em alta nesta quinta-feira. Hoje foram divulgados os pedidos semanais de seguro desemprego, que ficaram 4,42 milhões, alta em relação à semana anterior. As prévias dos PMIs, já sob os efeitos da pandemia de coronavírus, também ficaram entre os destaques. Porém, as expectativas permanecem no novo pacote de ajuda econômica que está sendo analisado pela Câmara norte-americana. O preço do petróleo WTI segue em alta e o índice de dólar DXY opera acima dos 100.

BRASIL: O Ibovespa opera em alta de 0,93% aos 81.468 pontos. O dólar comercial opera em alta de 0,76% aos R$5,450 para a venda.

No Brasil, em dia de agenda enfraquecida, o front político permanece no radar. Ruídos dão conta de parte do Congresso e o Planalto estão entrando em acordo para formar uma maioria parlamentar mais consistente, o que deve ajudar a diminuir a aversão ao risco no Brasil. Enquanto isso, a pandemia segue em alta no país e gerando ainda mais incertezas de como e quando será a reabertura da economia. Existe uma ala do governo que quer lançar um forte programa de investimentos públicos e em concessões de parcerias público-privadas, denominado “Pró-Brasil, com um orçamento de R$ 300 bilhões, mas outra ala do governo reclama de que não há mais dinheiro para novos pacotes. Por fim, o Ibovespa opera em alta e dólar está valorizado.

Commodities

Os contratos futuros do petróleo sobem hoje, seguindo o movimento de ontem, que foi iniciado pelas atitudes mais agressivas dos Estados Unidos no Golfo Pérsico.

O petróleo referência Brent opera em alta de 12,52% aos US$22,92 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI seguia em alta de 30,26% aos US$17,95 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do ouro segue em alta de 1,11% a US$1.758,60 a onça na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

*Por Ivonete Dainese

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?