Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ÍNDICES: Mercados acionários, moedas e agendas

Data de criação:

access_time 29/04/2020 - 10:43

Data de atualização:

access_time 29/04/2020 - 10:43
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários e das moedas para esta quarta-feira (29/04).

ÁSIA – Ao final, o índice Hang Seng da bolsa de Hong Kong ficou em alta de 0,28% a 24.643 e o índice Shenzhen Composite ficou em queda de 0,10% a 1.730. O índice Xangai ficou em alta de 0,44% a 2.822. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 0,46% a 2.574. O índice S&PASX 200, bolsa de Sidney, ficou em alta de 1,51% a 5.393.  O índice Kospi, Seul, ficou em alta de 0,70% a 1.947. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta de 1,89% os 32.720. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em alta de 1,47% aos 10.772. O índice regional de ações, MSCI Asia Pacific subiu 0,8%.

Os mercados de ações asiáticos ficaram sem direção nesta quarta-feira. As atenções estão voltadas para o fim da reunião do Federal Reserve. No Japão, o governo reiterou o apelo para que a população fique em casa durante o feriado da Semana Dourada, que começou hoje. Nesta sessão, apenas a Austrália apresentou os dados da inflação, com o investidor local digerindo também a temporada de balanço.

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 seguia em alta de 0,92% aos 344.13 pontos em Londres; o FTSE-100 (Londres) seguia em alta de 1,81% aos 6.066 pontos; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em alta de 1,65% a 10.973 pontos; o CAC 40 (Paris) seguia em alta de 0,94% a 4.612 pontos; o FTSE-MIB (Milão) seguia em alta de 1,17% aos 17.888 pontos; o Ibex 35 (Madri) seguia em alta de 1,63% a 6.948 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) seguia em alta de 1,55% a 4.279 pontos.

As bolsas europeias estão operando também em alta. O foco segue no fim da reunião do Fed e, ao mesmo tempo, os balanços financeiros e a espera pela decisão do Banco Central Europeu também pesam no desempenho. As moedas estão operando perto da estabilidade. Entre os dados de hoje, o índice de sentimento econômico da Zona do Euro, que mede a confiança de setores corporativo e dos consumidores, mostrou recuo de 94,2 em março para 67 em abril atingindo o menor nível desde março de 2009.

ESTADOS UNIDOS: O Dow Jones abriu em alta de 1,66% aos 24.505 pontos. O S&P abriu em alta de 1,89% aos 2.917 pontos. O Nasdaq abriu em alta de 2,14% aos 8.790 pontos.

Os índices Wall Street abriram no azul. Os investidores deverão manter a atenção na temporada de balanços. Porém, o fim da reunião do Fomc e as decisões do governo em reabrir a economia, mesmo com a pandemia de coronavírus, também segue no radar. Na agenda econômica, o PIB diminuiu a uma taxa anual de 4,8% no primeiro trimestre de 2020, de acordo com a estimativa divulgada pelo Departamento de Análises Econômicas. No quarto trimestre de 2019, o PIB real aumentou 2,1%. Ainda hoje serão apresentados os estoques de petróleo da semana passada.

BRASIL: O Ibovespa opera em alta de 1,22% aos 82.305 pontos. O dólar comercial opera em queda de 0,37% aos R$5,496 para a venda.

A bolsa de valores de São Paulo opera com ganhos nesta quarta-feira. O que se vê é o investidor doméstico atento aos balanços financeiros, que foram apresentados ontem, bem como para o fim da reunião do Federal Reserve. Além disso, os dados econômicos apresentados para o Brasil e para os Estados Unidos também estão entre os destaques. No campo político seguem ruídos em Brasília, com o clima tenso depois da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal – STF, Alexandre de Moraes, que suspendeu  a nomeação do diretor-geral da Polícia Federal, Alexandre Ramagem, com a posse marcada para essa tarde. O dólar segue em queda com as atuações do Banco Central do Brasil.

Commodities

O petróleo referência Brent opera em alta de 8,05% aos US$24,57 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI seguia em alta de 27,39% aos US$15,72 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do ouro segue em queda de 0,38% a US$1.715,90 a onça na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou em alta de 0,36% a US$82,50 a tonelada seca.

*Por Ivonete Dainese
 

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?