Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ÍNDICES: Mercados acionários, moedas e agendas

Data de criação:

access_time 11/05/2020 - 12:00

Data de atualização:

access_time 11/05/2020 - 12:00
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários e das moedas para esta segunda-feira (11/05).

ÁSIA – Ao final, o índice Hang Seng da bolsa de Hong Kong ficou em alta de 1,53% a 24.602. O índice Xangai ficou estável a 2.894. O índice Shenzhen Composite ficou em queda de 0,24% a 1.804. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 1,05% aos 20.390. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 0,75% a 2.611. O índice S&PASX 200, bolsa de Sidney, ficou em alta de 1,30% a 5.461.  O índice Kospi, Seul, ficou em queda de 0,54% a 1.935. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em queda de 0,26% os 31.561. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em alta de 1,03% aos 11.013.

As bolsas da Ásia fecharam sem direção nesta segunda-feira, com os investidores ainda digerindo os dados do setor de trabalho dos Estados Unidos divulgados na sexta-feira (08). Além disso, novos casos de coronavírus na China e na Coreia do Sul despertaram preocupações para uma segunda onda de contaminação. O Banco Central da China – PBoC promoteu medidas adicionais para ajudar a economia doméstica a se recuperar do impacto do coronavírus. As autoridades chinesas relataram 17 casos de coronavírus no país, marcando o segundo aumento diário consecutivo de dois dígitos. A agenda local estava praticamente vazia.

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 recuava 0,63% aos 338.91 pontos em Londres; o FTSE-100 (Londres) seguia em queda de 0,21% aos 5.924 pontos; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em queda de 0,90% a 10.808 pontos; o CAC 40 (Paris) seguia em queda de 1,31% a 4.489 pontos; o FTSE-MIB (Milão) seguia em queda de 0,19% aos 17.407 pontos; o Ibex 35 (Madri) seguia em queda de 1,50% a 6.682 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) seguia em queda de 0,71% a 4.208 pontos.

As ações europeias estão operando em campo negativo na reta final das negociações desta segunda-feira. Os investidores estavam atentos às restrições de bloqueio que foram retiradas em várias partes do mundo. No Reino Unido, o primeiro-ministro Boris Johnson anunciou o relaxamento de algumas restrições e o uso obrigatório de máscaras. A agenda local estava vazia e as moedas operam recuadas.

ESTADOS UNIDOS: O Dow Jones opera em queda de 0,87% aos 24.120 pontos. O S&P opera em queda de 0,58% aos 2.912 pontos. O Nasdaq opera em alta de 0,14% aos 9.133 pontos.

Os índices de Wall Street estão operando no vermelho nesta segunda-feira. O que se vê é que o otimismo declarado na sexta-feira (08), mesmo com os dados do Payroll assustando, 20,5 milhões de empregos perdidos em abril e com a taxa de desemprego em 14,7%, acabou. Hoje, os investidores estão atentos para o avanço da pandemia em várias regiões dos Estados Unidos, Coreia do Sul, China e Brasil. Prevalecem as notícias sobre a doença e da temporada de resultados. A agenda local está vazia.

BRASIL: O Ibovespa opera em queda de 0,30% aos 80.018 pontos. O dólar comercial opera em alta de 1,18% aos R$5,808 para a venda.

A bolsa de valores de São Paulo opera em queda nesta segunda-feira. Os investidores estão atentos para os demais mercados, com Wall Street no vermelho, bem como para os resultados financeiros do primeiro trimestre de 2020. A pandemia não dá trégua e mais cidades estão registrando novos casos no País. Os investidores domésticos acompanham o desenrolar político, com o nível de estresse em Brasília elevado. Na agenda foi divulgado o Boletim Focus.

Commodities

O petróleo referência Brent opera em queda de 1,23% aos US$30,59 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI seguia em alta de 0,49% aos US$24,86 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do ouro segue em queda de 0,71% a US$1.701,50 a onça na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou estável a US$88,61 a tonelada seca.

*Por Ivonete Dainese

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?