Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ÍNDICES: Mercados acionários, moedas e agendas

Data de criação:

access_time 19/03/2020 - 12:35

Data de atualização:

access_time 19/03/2020 - 12:35
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários e das moedas para esta quinta-feira (19/03).

ÁSIA – Ao final, o índice Hang Seng da bolsa de Hong Kong ficou em queda de 2,61% a 21.709 e o índice Shenzhen Composite ficou em alta de 0,28% a 1.682. O índice Xangai ficou em queda de 0,98% a 2.702. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em queda de 4,73% a 2.311. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 1,04% aos 16.552. O índice S&PASX 200, bolsa de Sidney, ficou em queda de 3,44% a 4.782. O índice Kospi, Seul, ficou em queda de 8,39% a 1.457. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em queda de 2,01% os 28.288. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em queda de 5,83% aos 8.681. O MSCI Asia Pacific caiu -2,6%.

As bolsas da Ásia renovaram as perdas nesta quinta-feira. A China reportou 34 novos casos de Covid-19 hoje, mas com todos os casos importados de outros países, ou seja, a transmissão local foi zerada na região. Com isso, o Politburo chinês mandou acelerar a normalização da atividade em locais de baixo risco. A região divulgou indicadores.

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 seguia em alta de 0,83% aos 281.75 em Londres; o FTSE-100 (Londres) seguia em alta de 0,48% aos 5.105; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em queda de 0,71% a 8.382; o CAC 40 (Paris) seguia em queda de 0,14% a 3.749; o FTSE-MIB (Milão) seguia em alta de 0,82% aos 15.241; o Ibex 35 (Madri) seguia em queda de 0,33% a 6.331; e o PSI-20 (Lisboa) seguia em queda de 0,56% a 3.621.

Na Europa, as ações dão sinais de fechamento com ganhos. O choque de medidas anunciadas pelo Banco Central Europeu – BCE, como o novo pacote de QE (quantiative easing) de € 750 bilhões, com compras de ativos públicos e privados, que incluí agora dívida de empresas privadas do setor não financeiro. Esse QE se soma aos €120 bilhões anunciados na última reunião e aos €20 bilhões por mês que já estavam sendo comprados. A decisão de Christine Lagarde contraria a fala ontem de um de seus membros de que o banco central não teria mais o que fazer nessa crise. As moedas da região estão estressadas ante o dólar.

ESTADOS UNIDOS: O Dow Jones opera em queda de 0,63% aos 19.773 pontos. O S&P opera em queda de 0,32% aos 2.390 pontos. O Nasdaq opera em alta de 1,35% aos 7.084 pontos.

Na bolsa de Nova York, a abertura em alta dá lugar à volatilidade. O dólar, por sua vez, se valoriza contra quase todas as moedas, com o índice DXY operando acima dos 101 pontos. Ontem o Senado aprovou o pacote de estímulo fiscal ampliado do governo Trump, de mais de US$ 1 trilhão de ajuda. Os indicadores de hoje, como o aumento nos pedidos iniciais de auxílio desemprego, também estão no foco. Neste momento, mais uma vez na semana, o presidente Donald Trump faz uma declaração sobre a medidas e atualiza os dados do coronavírus no País. Além disso, o presidente reitera os testes para medicamentos e vacinas .

BRASIL: O Ibovespa opera em queda de 4,38% aos 63.964 pontos. O dólar comercial opera em queda de 1,53% aos R$5,118 para a venda.

No Brasil, a bolsa de valores de São Paulo, que abriu em forte queda, dá sinais lentos de recuperação. Além da decisão do Copom em cortar a taxa Selic em 50 pb para 3,75%, os investidores estão digerindo o pacote de medidas anunciados ontem pelo governo federal. O estado de Calamidade Pública está entre os destaques do dia, com agenda local esvaziada. O real segue desvalorizado ante o dólar comercial.

Commodities

O petróleo referência Brent opera em alta de 5,79% aos US$26,32 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI seguia em alta de 15,12% aos US$23,46 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do ouro segue em queda de 0,16% a US$1.477,80 a onça na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou em alta de 0,38% a US$91,36 a tonelada seca e com 62% de pureza.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?