Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ÍNDICES: Mercados acionários, moedas e agendas neste momento

Data de criação:

access_time 19/08/2020 - 11:14

Data de atualização:

access_time 19/08/2020 - 11:14
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários e das moedas para esta quarta-feira (19/08).

ÁSIA – Ao final, o índice Xangai, China, ficou em queda de 1,24% aos 3.408. O índice Shenzhen Composite ficou em queda de 1,95% a 2.253. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 0,26% aos 23.110. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,08% aos 2.561. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta de 0,22% aos 38.614. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em queda de 0,73% aos 12.778. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em alta de 0,72% aos 6.167. O índice Kospi, Seul, ficou em alta de 0,52% a 2.360 pontos. Os mercados em Hong Kong foram fechados por conta de uma tempestade tropical.

As bolsas asiáticas fecharam divididas nesta quarta-feira. Os dados do Japão, com as exportações melhores que as estimativas, ajudaram a alimentar o lado positivo dos negócios na bolsa de Tóquio. O dia sem mais indicadores permitiu maior atenção nas relações entre os Estados Unidos e a China, como o peso da tensão sobre as empresas de tecnologia.

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 estava em alta de 0,36% aos 368.50 pontos em Londres; o FTSE-100 (Londres) seguia em alta de 0,24% aos 6.091 pontos; o DAX 30 (Frankfurt) segue em alta de 0,47% aos 12.942 pontos; o CAC 40 (Paris) segue em alta de 0,32% a 4.953 pontos; o FTSE-MIB (Milão) segue em alta de 0,62% aos 19.972 pontos; o Ibex 35 (Madri) estava em alta de 0,21% a 7.058 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) seguia em queda de 0,22% a 4.397 pontos.

As bolsas europeias estão operando no azul e na reta final das negociações desta quarta-feira. O bom humor se deu com os resultados de S&P na sessão de ontem em Wall Street,  em meio aos sinais de mais tensões entre os Estados Unidos e a China. Os indicadores da Europa, como a inflação no Reino Unido, também estão animando os investidores. As moedas estão operando divididas. O euro estava em alta de 0,11% a US$1.1947 e a libra em queda de 0,15% a US$1.3224.

ESTADOS UNIDOS – Há pouco, o Dow Jones seguia em alta de 0,33% aos 27.869 pontos; o S&P seguia em alta de 0,14% aos 3.394 pontos; e o Nasdaq seguia estável a 11.202 pontos.

Depois do recorde do S&P na sessão de ontem, sendo o melhor resultado desde fevereiro, os índices de peso engataram altas nesta manhã. Os investidores estão analisando os resultados trimestrais de uma série de varejistas, incluindo Target Corp. e Loews Corp., e observando o progresso para quebrar o impasse entre democratas e republicanos no Congresso sobre medidas adicionais para ajudar os desempregados. Ainda hoje, o mercado está atento para a ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve. O clima político está no radar, com mais um dia da Convenção do Partido Democrata e com a participação do ex-presidente, Barack Obama. O índice de dólar segue em estável a 92,26.

BRASIL: Ibovespa opera em queda de 0,86% aos 101.189 pontos. O dólar comercial segue em alta de 0,32% aos R$5,486 para a venda.

A bolsa de valores de São Paulo opera em queda nesta manhã, com os investidores atentos nos movimentos de Brasília e sobre a questão fiscal. O temor é do estouro no teto de gastos. A temporada de resultados financeiros, que está na reta final, também permanece entre os destaques. A agenda local está vazia, com apenas a divulgação do Fluxo Cambial no meio da tarde. As atenções permanecem nos Estados Unidos, com a divulgação da ata do Federal Reserve.

Commodities

O petróleo referência Brent opera em queda de 1,01% aos US$45,00 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI seguia em queda de 0,84% aos US$42,53 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do ouro segue em queda de 1,04% a US$1.992,10 a onça na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou em alta de 0,40% a US$129,09 a tonelada seca.

*Por Ivonéte Dainese com relatórios de casas de análises e agências internacionais

 

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?