Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ÍNDICES: Mercados acionários, moedas e agendas neste momento

Data de criação:

access_time 30/06/2020 - 12:15

Data de atualização:

access_time 30/06/2020 - 12:15
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários e das moedas para esta terça-feira (30/06).

ÁSIA –Ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, ficou em alta de 0,52% aos 24.427. O índice Xangai, China, ficou em alta de 0,78% aos 2.984. O índice Shenzhen Composite ficou em alta de 1,88% a 1.975. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 1,33% aos 22.288. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 0,61% aos 2.589. O índice Kospi, Seul, ficou em alta de 0,71% a 2.108. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em queda de 0,13% os 34.915. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em alta de 0,68% aos 11.621. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em alta de 1,43% aos 5.897%.

Os mercados acionários da Ásia subiram na terça-feira, animados pelos resultados de Wall Street e com os dados econômicos mais fortes do que o esperado, apesar dos crescentes casos de coronavírus. Nesta terça-feira, o Japão mostrou que a economia, gradualmente reaberta com restrições de distanciamento social, segue patinando, mas os dados apresentados ficaram menos ruins que o esperado. Na China, a pesquisa com os Gerentes de Compras revelou que a produção industrial ficou melhor do que o esperado, sugerindo que a economia global pode estar em recuperação depois de cair forte com as paralizações em abril-maio, disseram analistas.

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 caía 0,19% aos 359.16 pontos em Londres; o FTSE-100 (Londres) seguia em queda de 1,17% aos 6.152 pontos; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em alta de 0,31% a 12.273 pontos; o CAC 40 (Paris) seguia em queda de 0,59% a 4.916 pontos; o FTSE-MIB (Milão) seguia em queda de 0,41% aos 19.367 pontos; o Ibex 35 (Madri) seguia em queda de 0,95% a 7.209 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) seguia em queda de 0,47% a 4.372 pontos.

As bolsas de ações estão sinalizando fechamento no vermelho. Pesa no desempenho de hoje o avanço do coronavírus. Além disso, a economia do Reino Unido também sofreu a maior queda em mais de 40 anos, uma vez que o produto interno bruto caiu 2,2% entre janeiro e março. Além disso, a cidade britânica de Leicester entrou em confinamento na noite de segunda-feira, depois de um surto localizado.  As moedas estão operando com ganhos.

ESTADOS UNIDOS: Dow Jones opera em alta de 0,21% aos 25.653 pontos. O S&P opera em alta de 0,66% aos 3.073 pontos. O Nasdaq opera em alta de 0,94% aos 9.966 pontos.

Nos Estados Unidos, os índices de peso estão operando com ganhos, enquanto os investidores aguardavam uma audiência no Congresso com o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, que poderiam fornecer mais orientações aos investidores sobre a resposta econômica do governo ao crescente número de empresas impactadas pelo coronavírus. A saída do segundo trimestre deve pesar na instabilidade. Indicadores econômicos estão entre os destaques e o índice de dólar, DXY, segue em queda de 0,09% aos 97,45.

BRASIL: Ibovespa opera em alta de 0,51% aos 96.227 pontos. O dólar comercial opera em alta de 1,25% aos R$5,493 para a venda.

No Brasil, a bolsa de valores de São Paulo opera de lado, com os investidores analisando os dados econômicos, resultados corporativos e com as expectativas para os dados fiscais do setor público consolidado. O presidente Bolsonaro apoiou o plano do Congresso de estender o benefício emergencial para informais em R$ 600 por dois meses. O dólar opera em alta e os preços das commodities voltaram para o campo negativo.

Commodities

O petróleo referência Brent opera em queda de 0,69% aos US$41,53 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI seguia em queda de 0,50% aos US$39,48 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do ouro segue em alta de 1,07% a US$1.799,90 a onça na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou em queda de 0,42% a US$99,45 a tonelada seca.

*Por Ivonéte Dainese com relatórios de casas de análises e agências internacionais

 

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?