Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ÍNDICES: Movimentos das bolsas de ações e moedas

Data de criação:

access_time 27/01/2020 - 10:32

Data de atualização:

access_time 27/01/2020 - 10:32
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários e das moedas para esta segunda-feira (27/01/20).

ÁSIA – Na Ásia, ao final, o índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 0,17% a 3.240. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 2,03% aos 23.343. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em queda de 1,105 aos 41.155.O índice MSCI Asia Pacific fechou perto da estabilidade.

Na Ásia, a maioria das bolsas permaneceu fechada nesta segunda-feira com feriados. Os poucos mercados que operaram ficaram sem direção. O temor pelo avanço do coronavírus acabou pesando nas ações das empresas envolvidas com turismo. O governo chinês também ampliou por mais três dias o feriado pelo Ano Novo Lunar, que seria de uma semana. As medidas dos países que já têm casos de suspeitos também estão em estado de alerta. Na região não foram apresentados indicadores econômicos.

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 seguia em queda de 1,95% aos 415.40 em Londres; o FTSE-100 (Londres) seguia em queda de 2,14% aos 7.423; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em queda de 2,26% a 13.269; o CAC 40 (Paris) seguia em queda de 2,25% a 5.888; o FTSE-MIB (Milão) seguia em queda de 1,57% aos 23.592; o Ibex 35 (Madri) seguia em queda de 1,57% a 9.412; e o PSI-20 (Lisboa) seguia em queda de 1,29% a 5.218.

Os mercados europeus dão sinais de fechamento no negativo nesta segunda-feira. O avanço do coronavírus e o temor de um forte impacto na economia global também estão pesando no comportamento dos investidores. Hoje, em dia de agenda enfraquecida, apenas a Alemanha apresentou indicadores. As moedas estão estressadas, em especial a libra com a proximidade do Brexit no próximo dia 31.

ESTADOS UNIDOS: O Dow Jones (futuros) seguia em queda de 1,56% aos 28.483 pontos. O S&P (futuros) seguia em queda de 1,15% aos 3.243 pontos. O Nasdaq (futuros) seguia em queda de 1,82% aos 9.978 pontos.

Os futuros estão operando no vermelho, com os sinais de abertura e reações no negativo. O temor se dá com as ameaças do surto do coronavírus sobre a economia global, com casos registrados nos Estados Unidos. O lado corporativo, em dia de agenda vazia, e a espera pelo Federal Reserve também devem permanecer no foco. Questões políticas estão no pano de fundo.

BRASIL: O Ibovespa opera em queda de 2,45% aos 115.475 pontos. O dólar comercial segue em alta de 0,80% aos R$4,219 para a venda.

A bolsa de valores de São Paulo opera em forte queda, na carona externa, em dia de agenda enfraquecida e com atenção para o avanço do coronavírus pelo mundo. As atenções devem permanecer na curva de juros futuros e, principalmente, no dólar engolindo o real. O Boletim Focus desta segunda-feira veio com estimativa elevada para o PIB.

Commodities

O petróleo referência Brent segue em queda de 2,26% a US$58,30 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI segue em queda de 2,97% aos US$52,58 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?