Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ÍNDICES: Movimentos das bolsas de ações e moedas

Data de criação:

access_time 11/02/2020 - 10:53

Data de atualização:

access_time 11/02/2020 - 10:53
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários e das moedas para esta terça-feira (11/02/20).

ÁSIA – Ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, ficou em alta de 1,26% a 27.583 e o índice Shenzhen Composite ficou estável a 1.758. O índice Xangai ficou em alta de 0,39% a 2.901. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 0,39% a 3.175. O índice S&PASX 200, bolsa de Sidney, ficou em alta de 0,61% a 7.055. O índice Kospi, Seul, ficou em alta de 1,0% a 2.223. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta de 0,58% aos 41.216. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em alta de 0,78% aos 11.664. O índice regional de ações, MSCI Asia Pacific fechou com alta de 0,90%.

Na Ásia, as bolsas fecharam em alta. Na China, os investidores acompanharam a lenta retomada da manufatura chinesa depois do feriado do Ano Novo Lunar. Os números do coronavírus também seguem no foco central, com a China elevando para mais de 1.000 as mortes e com mais de 42 mil infectados. Apenas a Austrália apresentou indicadores.

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 seguia em alta de 0,73% aos 427.74 em Londres; o FTSE-100 (Londres) seguia em alta de 0,77% aos 7.503; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em alta de 0,87% a 13.610; o CAC 40 (Paris) seguia em alta de 0,38% a 6.038; o FTSE-MIB (Milão) seguia em alta de 0,56% aos 24.644; o Ibex 35 (Madri) seguia em alta de 0,36% a 9.851; e o PSI-20 (Lisboa) seguia em alta de 0,95% a 5.332.

As bolsas europeias operam no azul, mesmo com o vírus da China no destaque. Hoje, o PIB do Reino Unido ficou estável no quarto trimestre de 2019 ante o terceiro, mas cresceu 1,1% na comparação anual. Os dados vieram em linha com as expectativas dos analistas e o resultado ainda foi contabilizado com o país integrante da União Europeia. As moedas estão sem direção.

ESTADOS UNIDOS: O Dow Jones (futuros) opera em alta de 0,37% aos 28.354 pontos. O S&P (futuros) opera em alta de 0,31% aos 3.363 pontos. O Nasdaq (futuros) opera em alta de 0,44% aos 9.569 pontos.

Nos Estados Unidos, os índices futuros operam em alta moderada. No destaque, além de indicadores, está a fala do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell. O cenário político também está no radar do dia. Por lá serão apresentados indicadores.

BRASIL: O Ibovespa opera em alta de 1,17% aos 113.889 pontos. O dólar comercial opera estável aos R$4,321 para a venda.

A bolsa de valores de São Paulo opera em recuperação e o dólar segue estável. O Copom divulgou a ata da reunião na semana passada, quando a Selic caiu para 4,25%. Os mercados internacionais também estão entre os destaques, com o coronavírus fazendo mais vítimas fatais na China. Nesse ranking negativo, o Brasil, por sorte, ainda não faz parte. Brasília não sai do radar.

Commodities

O petróleo referência Brent opera em alta de 1,3% a US$54,70 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI segue em alta de 1,55% aos US$50,34 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do ouro segue em queda de 0,27% a US$1.575,20 a onça na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou em alta de 4,89% aos US$86,93 a tonelada seca e com 62% de pureza.

 

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?