Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ÍNDICES: Movimentos das bolsas de ações e moedas

Data de criação:

access_time 14/01/2020 - 10:25

Data de atualização:

access_time 14/01/2020 - 10:25
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários e das moedas para esta terça-feira (14/01/20).

ÁSIA – Na Ásia, ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, ficou em queda de 0,24% a 28.885 e o índice Shenzhen Composite ficou em queda de 0,23% a 1.818. O índice Xangai ficou em queda de 0,28% a 3.106. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 0,60% a 3.270. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 0,73% aos 24.025. O índice S&PASX 200, bolsa de Sidney, ficou em alta de 0,85% a 6.962. O índice Kospi, Seul, ficou em alta de 0,43% a 2.238. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta de 0,22% aos 41.952. O índice regional MSCI Asia Pacific subiu 0,20% no pregão de hoje.

Na Ásia, as bolsas fecharam divididas, com o foco nas negociações comerciais entre americanos e chineses. A decisão dos Estados Unidos de retirar o rótulo de manipuladora cambial da China reforçou essa expectativa. Na China foram divulgados os resultados da balança comercial da China de dezembro. O Japão voltou a operar e fechou em alta.

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 seguia estável aos 418,29 em Londres; o FTSE-100 (Londres) seguia em queda de 0,07% aos 7.612; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em queda de 0,07% a 13.441; o CAC 40 (Paris) seguia em queda de 0,18% a 6.025; o FTSE-MIB (Milão) seguia em queda de 0,16% aos 23.857; o Ibex 35 (Madri) seguia em queda de 0,52% a 9.494; e o PSI-20 (Lisboa) seguia estável a 5.259.

Na Europa, os mercados acionários estão seguindo em queda. As moedas operam divididas. Em dia de agenda econômica vazia para a região, as atenções estão concentradas nas negociações comerciais e também nos conflitos no Irã.

ESTADOS UNIDOS: O Dow Jones (futuros) seguia estável aos 28.862 pontos. O S&P (futuros) seguia em queda de 0,11% aos 3.286 pontos. O Nasdaq (futuros) seguia em queda de 0,10% aos 9.078 pontos.

Os mercados futuros de ações de Nova York operam no negativo, o que dá uma noção sobre a abertura também no vermelho. Na agenda americana está prevista a divulgação da inflação ao consumidor, porém, a assinatura do acordo comercial entre a China e os Estados Unidos segue gerando cautela. A cerimônia está marcada para amanhã (15), isso se o presidente Donald Trump não mudar de ideia.

BRASIL: O Ibovespa abriu em queda de 0,09% aos 117.223 pontos. O dólar comercial segue em alta de 0,15% aos R$4,148 para a venda.

A bolsa brasileira pega carona nas demais e os investidores estão mantendo as vendas. Na agenda, o IBGE divulgou os números do setor de serviços, referente a novembro e a produção na indústria. O dólar volta a ganhar força.

Commodities

O petróleo referência Brent segue em alta de 1,01% a US$64,90 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI segue em alta de 0,67% aos US$58,47 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou em alta de 1,15% aos US$97,03 a tonelada seca e com 62% de pureza.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?