Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ÍNDICES: Movimentos das bolsas de ações e moedas

Data de criação:

access_time 24/01/2020 - 11:15

Data de atualização:

access_time 24/01/2020 - 11:15
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários e das moedas para esta sexta-feira (24/01/20).

ÁSIA – Na Ásia, ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, ficou em alta de 0,15% a 27.949. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 0,17% a 3.240. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 0,13% aos 23.827. O índice S&PASX 200, bolsa de Sidney, ficou estável a 7.090. O índice MSCI Asia Pacific fechou perto da estabilidade.

Na Ásia, as bolsas fecharam divididas. Vários mercados permaneceram fechados, mas a preocupação se mantém com o coronavírus. Nesta sessão, o índice MSCI Asia Pacific fechou perto da estabilidade. Os mercados da China vão permanecer fechados até quinta-feira (30), com o feriado do Ano Novo Lunar. A bolsa de Seul também não operou com feriado até segunda-feira (27). Na agenda, apenas o Japão apresentou indicadores.

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 seguia em alta de 1,22% aos 425.16 em Londres; o FTSE-100 (Londres) seguia em alta de 1,62% aos 7.629; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em alta de 1,50% a 13.589; o CAC 40 (Paris) seguia em alta de 1,12% a 6.038; o FTSE-MIB (Milão) seguia em alta de 1,46% aos 24.051; o Ibex 35 (Madri) seguia em alta de 0,95% a 9.609; e o PSI-20 (Lisboa) seguia em alta de 1,23% a 5.299.

Na Europa, as bolsas locais dão sinais de fechamento em campo positivo. Como nos demais mercados acionários, o alívio veio com as afirmações da Organização Mundial da Saúde de que o surto do vírus ainda se restringe ao território chinês. As prévias dos PMIs, a decisão do Banco Central Europeu em manter a política monetária inalterada e os resultados financeiros das empresas europeias também estão ajudando os índices.

ESTADOS UNIDOS: O Dow Jones (futuros) seguia em alta de 0,24% aos 29.197 pontos. O S&P (futuros) seguia em alta de 0,19% aos 3.332 pontos. O Nasdaq (futuros) seguia em alta de 0,28% aos 9.274 pontos.

Os índices futuros de ações da bolsa de Nova York também operam em alta, à semelhança do que se vê nos mercados europeus, apontando para um dia de recuperação. O índice DXY opera perto da estabilidade. A agenda enfraquecida também deve contribuir para os ganhos. O radar segue na temporada de resultados financeiros.

BRASIL: O Ibovespa opera em queda de 0,45% aos 118.969 pontos. O dólar comercial segue em alta de 0,19% aos R$4,175 para a venda.

A bolsa de valores de São Paulo segue em queda, com os investidores realizando lucros e digerindo os dados do Caged. Mercados de renda fixa estarão de olho nas análises que o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, fará no seminário “Desafios da Política Monetária” em São Paulo. A agenda doméstica está enfraquecida. No front político, o presidente Jair Bolsonaro está na Índia.

Commodities

O petróleo referência Brent segue em queda de 0,10% a US$61,51 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI segue em queda de 0,63% aos US$55,22 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou em alta de 0,29% aos US$93,71 a tonelada seca e com 62% de pureza.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?