Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Infracommerce conclui IPO no Novo Mercado da B3

Data de criação:

access_time 04/05/2021 - 13:37

Data de atualização:

access_time 04/05/2021 - 13:37
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A Infracommerce (ticker IFCM3), eleita em 2020 como a melhor empresa de soluções digitais para e-commerce do Brasil em nível de serviço, e focada na adoção do conceito de Customer Experience as a Service (CXaaS) no Brasil, que privilegia a experiência do consumidor, concluiu hoje (04) sua oferta pública inicial (IPO) na B3.

“Desenvolvimento da governança corporativa, confiança e credibilidade no mercado, ganhos de reputação, enfim, há várias ‘belezas’ associadas ao IPO. Uma dessas belezas é a visibilidade. Toda companhia que abre seu capital se torna automaticamente conhecida pelo público, pelos investidores. Se você fez uma compra online – hábito que foi de certa forma impulsionado pela pandemia – certamente você já foi impactado positivamente pelo trabalho da Infracommerce. Com a estreia da Infracommerce na B3, abre-se agora a oportunidade de ampliar essa interação via mercado de capitais”, comentou Gilson Finkelsztain, presidente da B3.

“O IPO é definitivamente um marco na história da Infracommerce, mas não a linha de chegada. Assim como os alpinistas a caminho do monte Everest comemoram sua chegada ao primeiro base camp e usam este momento para se fortalecer e ir mais alto, a Infracommerce considera a abertura de capital na Bolsa de Valores do Brasil uma importante conquista e, ao mesmo tempo, uma oportunidade para investirmos em inovações, tecnologias e aquisições estratégicas para irmos ainda mais longe” comemorou Kai Schoppen, CEO da Infracommerce.

A oferta pública da Infracommerce foi feita nos termos da ICVM 476 sob a coordenação do Itaú BBA (Coordenador Líder), do BTG Pactual, do Goldman Sachs e do Morgan Stanley (Coordenadores da Oferta). Mattos Filho e Cleary assessoraram a Infracommerce, enquanto que Lefosse e Davis Polk os Coordenadores da Oferta.

Os recursos captados pela oferta da Infracommerce serão utilizados pela companhia para potenciais aquisições estratégias para expandir sua oferta tecnológica e logística, além de investimentos em Capex, pesquisa e desenvolvimento, despesas comerciais e pagamento de dívidas.

Com a realização de seu IPO, a Infracommerce passa a ser a 192ª empresa listada no Novo Mercado, segmento com os mais elevados padrões de governança corporativa.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?