Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mercados asiáticos ficam divididos com realização e ajustes

Data de criação:

access_time 02/06/2021 - 10:00

Data de atualização:

access_time 02/06/2021 - 10:00
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas de valores da Ásia ficaram divididas novamente nesta quarta-feira (02/06). Sem indicadores econômicos, os investidores aproveitaram para embolsar lucros, ajustar e reparar perdas.

Índices: o Hang Seng, bolsa de Hong Kong, ficou em queda de 0,58% aos 29.297. O Xangai, China, ficou em queda de 0,76% aos 3.597. O Shenzhen Composite ficou em queda de 1,18% aos 2.400 e o ChiNext (ETF) ficou em queda de 1,71%. O Sensex, bolsa de Mumbai, ficou em queda de 0,16% aos 51.849. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 0,46% aos 28.946. O índice Topix ficou em alta de 0,84% aos 1.942. O XJO, bolsa de Sidney, ficou em alta de 1,05% aos 7.217. O Kospi, bolsa de Seul, ficou estável aos 3.224. O Taiex, bolsa de Taiwan, ficou estável aos 17.165. O FTSE Straits, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,82% aos 3.161.

Hoje, na Ásia, os investidores acompanharam também o fechamento de Wall Street no dia anterior. Enquanto isso, a cautela com o coronavírus está sendo mantida, depois que um novo surto ocorreu na província mais populosa da China, Guangdong.

No Japão, a bolsa de Tóquio fechou em alta, com as ações das empresas de hospitalidade ganhando força. A expectativa para a aceleração na vacinação impulsionou as esperanças de reabertura econômica.

Ainda em Tóquio, as farmacêuticas ficaram sob pressão, com a Daiichi Sankyo caindo 1,6% e a Ono Pharmaceutical caindo 1,0%, as duas atingindo seus níveis mais baixos em mais de um ano.

Entre as ações com ganhos no Japão ficaram as da Japan Steel, alta de 6,53%, Tokyo Electric, alta de 6,51%, as da Sumitomo Dainippon, alta de 6,28%, as da Tokai Carbon, alta de 5,47%. Na contramão ficaram da Diakin Industries, queda de 1,84%, as da Pacific Metals, queda de 2,74%, e as da Olympus Corp, queda de 2,87%.

*Tradução ID

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?