Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mercados asiáticos ficam divididos entre perdas e a estabilidade

Data de criação:

access_time 27/04/2021 - 09:48

Data de atualização:

access_time 27/04/2021 - 09:48
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas da Ásia fecharam divididas entre as quedas e a estabilidade nesta terça-feira (27/04). Os investidores mantiveram as atenções nos balanços financeiros das empresas da região. Além disso, no Japão, o Banco Central manteve a política monetária inalterada, conforme o esperado e com o país lutando contra a nova onda de Covid-19.

Índices: o Hang Seng, bolsa de Hong Kong, fechou estável aos 28.941. O Xangai, China, ficou estável aos 3.442. O Shenzhen Composite ficou estável aos 2.281 e o ChiNext (ETF) ficou em alta de 0,72%. O Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 0,46% aos 28.991. O Topix caiu 0,76% aos 1.903. O Sensex, bolsa de Mumbai, ficou em alta de 1,15% aos 48.944. O XJO, bolsa de Sidney, ficou em queda de 0,17% aos 7.033. O Kospi, bolsa de Seul, ficou em queda de 0,07% aos 3.215. O Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em alta de 0,13% aos 17.595. O FTSE Straits, bolsa de Singapura, ficou em alta de 0,30% aos 3.214. O índice regional MSCI Asia Pacific recuou -0,3%.

A bolsa de Xangai ficou estável, com as atenções para o aumento de casos de Covid em diversos países asiáticos. Com isso, as ações de saúde e de bens de consumo subiram. O sub-índice subiu 2,48% e o do setor de bens de consumo básicos subiu 0,91%.

A demanda por matérias-primas aumentou junto com a recuperação econômica, embora com ritmo desacelerando.

Na China, o Conference Board Leading Economic Index (LEI) subiu 1,0% em março de 2021 para 156,3. O Conference Board Coincident Economic Index (CEI) caiu 0,6% em março de 2021 para 137,0.

No Japão, as ações recuaram com a temporada de balanços financeiros abaixo das projeções do mercado. As medidas restritivas para combater o avanço da Covid-19 já dão os primeiros resultados, mas Tóquio, Osaka e mais duas regiões estão em estado de emergência até dia 11 de maio.

Hoje, o Banco Central do Japão manteve a política monetária inalterada, conforme precificado pelo mercado. O banco seguirá com o programa de compra de ativos e taxas de juros negativas. Entretanto, a decisão desta vez não foi por unanimidade sendo oito votos em favor e um contra.

Por fim, entre as ações com ganhos Nippon Paper, alta de 6,33%, IHI Corp, alta de 5,84%, Kawasaki Kisen, alta de 4,43%, Rakuten, alta de 3,63%, e Nippon Sheet Glass, alta de 2,98%. Na contramão ficaram as da Niito Denko, queda de 3,72%, Matsui Securities, queda de 3,23%, Nissan Chemical, queda de 2,23%, e Sony Group, queda de 2,14%.

*Tradução ID com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?