Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mercados asiáticos ficam no vermelho

Data de criação:

access_time 24/04/2020 - 09:51

Data de atualização:

access_time 24/04/2020 - 09:51
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os mercados asiáticos fecharam no vermelho nesta sexta-feira, depois do fechamento estável em Wall Street. A cautela se dá com os números da economia geral, que já apresentam os impactos por conta da pandemia de coronavírus. O Banco do Povo da China – PBoC mexeu novamente com a política monetária.

Ao final, o índice Hang Seng da bolsa de Hong Kong ficou em queda de 0,61% a 23.831 e o índice Shenzhen Composite ficou em queda de 1,48% a 1.736. O índice Xangai ficou em queda de 1,06% a 2.808. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,95% a 2.518. O índice S&PASX 200, bolsa de Sidney, ficou em alta de 0,49% a 5.242. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 0,86% aos 19.262. O índice Kospi, Seul, ficou em queda de 1,34% a 1.889. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em queda de 1,68% os 31.327. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em queda de 0,18% aos 10.347.

Os investidores da região ficaram avaliando o resultado da Organização Mundial da Saúde, que por engano divulgou um estudo sobre uma medicação que teria capacidade para curar os pacientes infectados pelo coronavírus.

Um estudo chinês apontava o uso do antiviral da Gilead, GILD, produziu resultados que não deram conclusões significativas sobre sua eficácia, de acordo com um relatório do Financial Times, citando documentos da OMS.

Já sobre a China, de acordo com a Bloomberg, é esperado que o PBoC injete recursos via empréstimos de médio prazo direcionados ao sistema bancário, com o vencimento de 267,4 bilhões de yuans (US $ 37,8 bilhões) da dívida.

No Japão, o Índice de Preços ao Consumidor em março de 2020 foi de 101,9 (2015 = 100), um aumento de 0,4% em relação ao ano anterior ao ajuste sazonal e o mesmo nível do mês anterior, com ajuste sazonal.

No Japão, o Índice de Preços ao Produtor de Serviços aumentou 1,6% em relação ao ano anterior. Os dados são do Governo Japonês.

O índice de todas as atividades industriais foi de 103,5, queda de 0,6% em relação ao mês anterior. Por indústria, o terceiro índice de atividade industrial foi de -0,6% m / m, o índice de atividade de construção foi de -1,6% m / m e o índice de produção industrial foi Isso foi uma queda de 0,3%.

Tradução ID de relatórios oficiais e agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?