Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mercados asiáticos ficam sem direção com dados da China

Data de criação:

access_time 27/05/2021 - 10:48

Data de atualização:

access_time 27/05/2021 - 10:48
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices principais das bolsas da Ásia fecharam sem direção nesta quinta-feira (27/05), com os investidores avaliando a agenda econômica e acompanhando os desempenhos dos demais mercados nas negociações do dia anterior.

Índices: o Hang Seng, bolsa de Hong Kong, ficou em queda de 0,18% aos 29.113. O Xangai, China, ficou em alta de 0,43% aos 3.608. O Shenzhen Composite ficou em alta de 0,79% aos 2.399 e o ChiNext (ETF) ficou em alta de 0,92%. O Sensex, bolsa de Mumbai, ficou em alta de 0,19% aos 51.115. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 0,33% aos 28.549. O índice Topix ficou em queda de 0,50% aos 1.911. O XJO, bolsa de Sidney, ficou estável aos 7.094. O Kospi, bolsa de Seul, ficou em queda de 0,09% aos 3.165. O Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em queda de 0,25% aos 16.601. O FTSE Straits, bolsa de Singapura, ficou em alta de 0,60% aos 3.164.

Na Ásia, o temor está elevado com novos casos de Covid-19 e mais medidas de distanciamento social. O índice regional MSCI Asia Pacific caiu 0,2%

A bolsa de Xangai, por sua vez, teve alta de 0,43%. Os lucros industriais na China desaceleraram de 92,3% a/a para 57,0% a/a entre março e abril. Os lucros de fabricantes de bens finais e ao consumidor ficaram menores com a pressão vinda dos preços de commodities. Esses dados industriais moderados acalmaram as preocupações sobre um aperto monetário por parte do banco central chinês.

No Japão, as ações caíram com os investidores reduzindo suas posições por conta de uma possível extensão das medidas emergenciais contra a COVID-19, o que acabou alimentando as preocupações sobre o crescimento econômico doméstico.

Entre as ações com ganhos na bolsa de Tóquio ficaram as da CyberAgent, alta de 4,86%, as da ANA Holdings, alta de 2,61%, as da Secom, alta de 2,43%, e as da NEXON, alta de 2,26%. Na contramão Toyota Tsusho, queda de 7,00%, as da Kobe Steel, queda de 3,845, e as da Japan Exchange, queda de 4,98%.

*Tradução ID

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?