Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mercados asiáticos ficam sem direção com Japão no destaque

Data de criação:

access_time 20/04/2021 - 09:48

Data de atualização:

access_time 20/04/2021 - 09:48
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas asiáticas ficaram sem direção nesta terça-feira (20/04). Os investidores ficaram atentos nos balanços financeiros e, principalmente, no avanço dos casos de infectados pelo coronavírus.

Índices: o Hang Seng, bolsa de Hong Kong, fechou em alta de 0,10% aos 29.135. O Xangai, China, ficou em queda de 0,13% aos 3.472. O Shenzhen Composite ficou em queda de 0,07% aos 2.272 e o ChiNext (ETF) ficou em queda de 0,35%. O Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 1,97% aos 29.100. O Topix caiu 1,55% aos 1.926. O Sensex, bolsa de Mumbai, ficou em queda de 0,51% aos 47.705. O XJO, bolsa de Sidney, ficou em queda de 0,68% aos 7.017. O Kospi, bolsa de Seul, ficou em queda de 0,68% aos 3.220. O Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em alta de 0,35% aos 17.323. O FTSE Straits, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,55% aos 3.192. O índice MSCI Asia Pacific recuou 0,5%.

A bolsa de Tóquio afundou com as autoridades do Japão sinalizando novas medidas restritivas para tentar conter a nova onda de infecções por Covid-19. O isolamento social deverá começar na quinta-feira (22/04).

Por outro lado, o Hang Seng de Hong Kong subiu, depois da venda de dívida convertível de uma empresa de entrega de comida.

Já o Banco do Povo da China manteve sua taxa de juros inalterada pelo 12º mês consecutivo.

No Japão, o índice de atividade industrial terciária para fevereiro ficou em 97,0, ou seja, alta em 0,3% no comparativo mensal. Esse ganho ocorreu pela primeira vez em quatro meses.

O setor de serviços pessoais subiu para 96,0, alta em 2,5%, o primeiro também depois de quatro meses.

O setor de serviços comerciais, em um sentido amplo, ficou em 98,9 para fevereiro, queda de 1,3% ano a ano, recuo pela primeira vez em dois meses. No geral, a atividade industrial terciária está paralisada. Os dados são do Governo do Japão.

Entre as ações com ganhos na bolsa de Tóquio ficaram as da Nippon Yusen, alta de 1,28%, as da Kawasaki Kisen, alta de 2,19%, as da Nippon Paper, alta de 0,53%, e as da Teijin, alta de 0,44%. Na contramão ficaram as ações da Daikin Industries, queda de 4,28%, as da Mitsubishi Motors, queda de 4,19%, e as da Mazda Motor, queda de 4,12%.

*Tradução ID com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?