Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mercados asiáticos ficam sem direção e PBoC mantém taxa de juros

Data de criação:

access_time 22/02/2021 - 10:22

Data de atualização:

access_time 22/02/2021 - 10:22
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os principais mercados de ações da Ásia fecharam sem direção nesta segunda-feira (22). A cautela ficou com o Banco do Povo (PBoC) mantendo a taxa de juros, porém, o fortalecimento da economia elevou ainda mais a possibilidade de uma pressão na política monetária.

Ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, fechou em queda de 1,06% aos 30.156 pontos. O índice Xangai, China, ficou em queda de 1,45% aos 3.642 pontos. O índice Shenzhen Composite ficou em queda de 2,11% a 2.416 pontos e o ChiNext (ETF) ficou em queda de 4,34%. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 0,46% aos 30.156. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,97% aos 2.880. O índice Sensex, bolsa de Mumbai, Índia, ficou em queda de 2,25% aos 49.744. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em queda de 0,19% aos 6.780. O índice Kospi, Seul, ficou em queda de 0,90% a 3.079 pontos. O índice Taiex, bolsa de Seul, ficou em alta de 0,42% aos 16.410 pontos. O índice regional de ações, MSCI Asia Pacific, fechou com alta de 0,20%.

Os investidores estão atentos para os movimentos dos rendimentos dos Treasuries, como também acompanham os sinais do Banco Central da China (PBoC), que manteve o seu juro básico inalterado pelo décimo mês consecutivo. Entretanto, os temores de que o PBoC volte a apertar sua política monetária nos próximos meses ganharam proporções, já que a economia segue em firme trajetória de recuperação no pós-pandemia de Covid-19.

Na China, o índice do setor de bens de consumo básicos caiu 5,96%, o subíndice de saúde caiu 5,15% e o subíndice do setor financeiro caiu 1,75%. Mesmo com as quedas acentuadas, as avaliações permanecem para recordes.

No Japão, as ações subiram com o otimismo para a recuperação econômica depois da pandemia. Entre os ganhos ficaram as ações das empresas de viagens de turismo.

Entre as ações com ganhos ficaram as da Fujikura, alta de 5,42%, as da ANA Holdings, alta de 5,37%, as da Mitsui O.S.K Lines, alta de 5,34%, e as da Dowa Holdings, alta de 5,30%.

No Japão, o Índice de Preços do Produtor de Serviços (todos os itens) caiu 0,5% em relação ao ano anterior. O Índice de Preços do Produtor de Serviços (Todos os itens <excluindo Transporte Internacional>) caiu 0,4% em relação ao ano anterior. Os dados são do Banco Central do Japão.

*Ivonéte Dainese com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?