Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mercados da Ásia ajustam na reta final de março

Data de criação:

access_time 31/03/2021 - 09:59

Data de atualização:

access_time 31/03/2021 - 09:59
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os investidores dos mercados de ações da Ásia mantiveram as vendas nesta quarta-feira (31/03). Os investidores realizaram lucros, corrigiram e também olharam para os resultados negativos de Wall Street na sessão anterior. O PMI da China disparou em março.

Ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, fechou em queda de 0,70% aos 29.178 pontos. O índice Xangai, China, ficou em queda de 0,43% aos 3.441 pontos. O índice Shenzhen Composite ficou em queda de 0,52% aos 2.217 pontos e o ChiNext (ETF) ficou em queda de 0,37%. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 0,86% aos 29.178 pontos. O índice Topix subiu 1,46% aos 1.984 pontos. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,80% aos 3.165 pontos. O índice Sensex, bolsa de Mombai, ficou em queda de 1,25% aos 49.509 pontos. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em alta de 0,78% aos 6.790. O índice Kospi, bolsa de Seul, ficou em queda de 0,28% aos 3.061. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em queda de 0,75% aos 16.431 pontos. O índice regional MSCI Asia Pacific fechou o dia com queda de 0,70%.

A tendência de baixa entre as principais bolsas de região se deu com a bolsa de Nova York fechando no vermelho. As ações foram pressionadas pelos juros dos Treasuries subindo novamente e pesando sobre os custos corporativos. Entre as ações mais afetadas foram as das empresas de tecnologia, como Apple e Microsoft.

Entre as ações com ganhos na bolsa de Xangai ficaram as de empresas de energia e petróle. Os papéis da Xinjiang Tianfu Energy subiram 10,05%, as da Dailian Energas Gas System avançaram 10,03%, as da China Petroleum Engineering ganharam 10,03% e as da KingClean Electric subiram 10,02%.

Entre os indicadores apresentado hoje estavam o índice dos Gerentes de Compras de Manufatura da China, que subiu de 50,6 em fevereiro para 51,9 em março.

Na Austrália, a estimativa, com ajuste sazonal para o total de moradias aprovadas, subiu 21,6% em fevereiro, isso segue uma queda de 19,4% em janeiro. Os dados são do Governo Australiano.

Na região, o dólar era negociado a 110,60 ienes.

*Tradução ID de agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?