Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mercados da Ásia corrigem com ações de tecnologia

Data de criação:

access_time 11/05/2021 - 11:08

Data de atualização:

access_time 11/05/2021 - 11:08
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas da Ásia recuaram nesta terça-feira (11/05). Os investidores analisaram os dados econômicos apresentados para a China e o Japão e, ao mesmo tempo, alguns índices entraram em correção. As maiores baixas ocorreram nas ações do setor de tecnologia.

Índices: o Hang Seng, bolsa de Hong Kong, ficou em queda de 2,03% aos 28.013. O Xangai, China, ficou em alta de 0,40% aos 3.441. O Shenzhen Composite ficou em alta de 0,36% aos 2.251 e o ChiNext (ETF) ficou estável. O Sensex, bolsa de Mumbai, ficou em queda de 0,69% aos 49.161. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 3,08% aos 28.608. O índice Topix ficou em queda de 2,37% aos 1.905. O XJO, bolsa de Sidney, ficou em queda de 1,06% aos 7.097. O Kospi, bolsa de Seul, ficou em queda de 1,23% aos 3.209. O Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em queda de 3,79% aos 16.583. O FTSE Straits, bolsa de Singapura, ficou em queda de 1,20% aos 3.144. Na região, o índice de ações da Ásia, exceto o Japão, da MSCI ficou mais fraco em 1,72%.

Na China, as ações foram sustentadas por ganhos em empresas de consumo e de saúde, depois que dados mostraram que os preços de fábrica na segunda maior economia do mundo no mês passado atingiram o nível mais alto desde outubro de 2017. O resultado também foi o mais rápido em quase quatro anos.

Segundo os analistas, a correção de médio prazo pode estar chegando ao fim, embora os investidores devem prestar atenção na direção da política monetária do banco central. Nos últimos meses, os aumentos nos preços das commodities elevaram os índices de inflação.

No Japão, as ações caíram com peso do setor de tecnologia que acompanhavam as perdas noturnas de Wall Street. De outro lado, o aumento dos casos de Covid-19 segue preocupando autoridades japonesas.

A escorregada do índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, também ocorreu com as ações tecnológicas.

Entre as ações com ganhos na bolsa de Tóquio ficaram as da Ajinomoto, alta de 3,77%, as da Sumitomo Heavy, alta de 1,69%, as da Nippon Steel, alta de 1,25%, e as da Nippon Paper, alta de 1,11%. Na contramão ficaram as ações da Tokai Carbon, queda de 11,22%, as da Japan Steel, queda de 7,57%, as da SoftBank, queda de 6,51%, e as da Yamaha Corp, queda de 6,04%.

*Tradução ID com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?