Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mercados da Ásia fecham a semana divididos

Data de criação:

access_time 12/03/2021 - 10:53

Data de atualização:

access_time 12/03/2021 - 10:54
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os mercados acionários da Ásia fecharam sem direção nesta sexta-feira (12/03), com os investidores analisando as recentes declarações de membros dos bancos centrais. Os indicadores da semana elevaram os temores para mudanças nas políticas monetárias, em especial pelo Banco do Povo da China.

Ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, fechou em queda de 2,20% aos 28.739 pontos. O índice Xangai, China, ficou em alta de 0,47% aos 3.453 pontos. O índice Shenzhen Composite ficou em alta de 0,17% a 2.220 pontos e o ChiNext (ETF) ficou em alta de 0,54%. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 1,73% aos 29.717 pontos. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,35% aos 3.095 pontos. O índice Sensex, bolsa de Mombai, ficou em queda de 0,95% aos 50.792 pontos. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em alta de 0,79% aos 6.766. O índice Kospi, bolsa de Seul, ficou em alta de 1,35% aos 3.054. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em alta de 047% aos 16.255.

Na China, o mercado fechou em alta, depois de uma semana marcada pelas vendas. Todas as atenções estão voltadas para as declarações de membros do PBoC, mesmo com Pequim elevando os planos para infraestrutura e com o índice do setor saltando 3,2%.

O primeiro-ministro chinês Li Keqiang defendeu a meta do governo de crescimento econômico em mais de 6% este ano.

Durante as negociações, os investidores também avaliaram os rendimentos dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos, que ficaram alinhados.

No Japão, o índice da bolsa de Tóquio disparou com as ações de tecnologia voltando para o apetite dos investidores. Na mesma linha ficaram as ações do setor de energia e no contraponto as dos setores imobiliário e financeiro.

Entre os papéis com ganhos na bolsa de Tóquio estavam os da Rakuten, alta de 8,64%, da CyberArgent, alta de 8,19%, da Mitsui E&S, alta de 6,30%, e da Nexon, alta de 4,53%. Na contramão ficaram Takara, queda de 2,26% e as da Sumitomo Osaka, queda de 1,23%.

A agenda da região estava vazia.

*Ivonéte Dainese com relatórios oficiais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?