Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mercados da Ásia ficam divididos

Data de criação:

access_time 24/02/2021 - 10:58

Data de atualização:

access_time 24/02/2021 - 10:59
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os mercados da Ásia acompanharam os desempenhos dos demais nas sessões do dia anterior e ficaram sem direção nesta quarta-feira (24). As ações chinesas recuaram, com o índice de referência de ações registrando sua maior queda diária em sete meses.

Ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, fechou em queda de 2,99% aos 29.671 pontos. O índice Xangai, China, ficou em queda de 1,99% aos 3.564 pontos. O índice Shenzhen Composite ficou em queda de 2,03% a 2.347 pontos e o ChiNext (ETF) ficou em queda de 3,08%. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 1,61% aos 29.671. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 1,17% aos 2.924. O índice Sensex, bolsa de Mumbai, Índia, ficou em alta de 2,07% aos 50.781. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em queda de 0,90% aos 6.777. O índice Kospi, Seul, ficou em queda de 2,45% a 2.994 pontos. O índice Taiex, bolsa de Seul, ficou em queda de 1,40% aos 16.212 pontos.

Na China, com os índices recuando forte, a cautela dos investidores foi renovada com o temor de uma pressão monetária por parte do banco central. Apesar das indicações de que o banco poderá reduzir o apoio à economia em 2021 e resfrie o crescimento do crédito, a possível alta na inadimplência e um desordenado avanço da economia poderão pesar na decisão da autoridade monetária.

Hoje, entre as quedas mais pesadas estava o índice Hang Seng, Hong Kong. A reação se deu com a decisão do governo de impor tributação sobre as negociações de ações. A medida não ocorria desde 1993.

O índice de Shenzhen ficou com um de seus piores desempenhos no ano. Já o ChiNext Composite escorregou, com os investidores asiáticos realizando lucros com as ações de tecnologia.

Na volta do feriado, as ações do Japão recuaram. Os investidores realizaram lucros também com as ações de tecnologia, isso na sequência da queda livre do índice Nasdaq.

Entre as ações com perdas em Tóquio estavam as do SoftBank Group, queda de 5,2%, as da Tokyo Electron, queda de 2,74%, e as da Shin-Etsu Chemical, queda de 4,35%.

*Ivonéte Dainese com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?