Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mercados ficam sem direção com novos casos da COVID-19 na Coreia do Sul

Data de criação:

access_time 28/05/2020 - 10:29

Data de atualização:

access_time 28/05/2020 - 10:29
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A bolsas asiáticas fecharam mistas nesta quinta-feira, com os investidores mantendo as esperanças de uma recuperação econômica no pós-pandemia de coronavírus. De outro lado, a cautela foi mantida com a Coreia do Sul registrando novos casos da doença.

Ao final, o índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, ficou em queda de 0,72% aos 23.132. O índice Xangai, China, ficou em alta de 0,33% a 2.846. O índice Shenzhen Composite ficou em queda de 0,25% a 1.769. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 2,32% aos 21.916. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,17%. O índice Kospi, Seul, ficou em queda de 0,13% a 2.028. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta de 1,88% os 32.200. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em queda de 0,64% aos 10.944. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em alta de 1,32% aos 5.851.

As ações subiram em Tóquio e Sydney, mas caíram na China e Hong Kong, onde as tensões estão aumentando devido aos esforços de Pequim para exercer mais controle sobre a ex-colônia britânica.

Entre as ações com ganhos em Tóquio ficaram as da Dentsu Group, alta de 16,41%, as da Nissan Motor, alta de 8,16%, as da Toho Zinc, alta de 7,05% e as da Mazda Motor, alta de 8,76%. Na contramão ficaram as ações da Kawasaki Kisen, queda de 3,40%, as da JGC Holdings, queda de 3,16%, as da Mitsubishi, queda de 2,20%, e as da Nippon Light, queda de 1,08%.

Dois legisladores pró-democracia foram expulsos da Câmara de Hong Kong na manhã desta quinta-feira no início do segundo dia do debate sobre um projeto de lei que criminalizaria insultar ou abusar do hino nacional chinês.

Já as ações sul-coreanas caíram depois que as autoridades de saúde relataram 79 novos casos de coronavírus, enquanto o país se preparava para a reabrir a economia. Pelo menos 69 infecções, até agora, estavam ligadas a trabalhadores em um enorme armazém operado pela gigante local do comércio eletrônico Coupang. As autoridades de saúde dizem que a empresa provavelmente não aplicou medidas preventivas, como máscaras nas instalações de Bucheon, perto de Seul, e pode ter mantido os funcionários trabalhando mesmo quando estavam doentes.

Essa notícia anulou qualquer impulso da decisão do Banco Central da Coreia do Sul de reduzir sua taxa de juros para uma baixa histórica de 0,5% para amenizar o choque da pandemia na economia dependente do comércio do país. O banco disse que a economia pode encolher pela primeira vez em 22 anos, com o corte nas taxas ocorrendo há mais dois meses, o primeiro desde 2008.

Tradução ID de relatórios oficiais e com a Associated Press

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?