Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mirae Asset destaca Hypera, CCR, AES e Rumo 

Data de criação:

access_time 27/07/2020 - 10:58

Data de atualização:

access_time 27/07/2020 - 10:58
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os analistas da Mirae Asset destacaram no relatório, desta segunda-feira, os desempenhos das empresas Hypera, CCR, AES Tietê e Rumo

HYPERA ON

Divulgou o resultado do 2T20. A receita líquida foi de R$ 1,051 bilhão, 8% acima do 2T20. No sell-out, as vendas caíram 1,6% em relação ao 2T19, afetadas pela queda nas vendas de medicamentos prescritos, devido a redução de consultas, principalmente em abril, mas já com aumento de 6,6% em junho20 x junho19, além de crescimento na venda de remédios genéricos / isentos de prescrição médica e de vitaminas e suplementos. O Ebitda ajustado foi de R$ 342,0 milhões, com aumento de 21% em relação ao 2T19 e foi decorrente na queda nas despesas com marketing / visitas a médicos e despesas administrativas. A margem Ebitda ficou em 32,6% versus 29,1%. O lucro líquido ajustado foi de R$ 290,0 milhões, versus R$ 345,0 milhões no 2T19 e foi afetado por maiores despesas financeiras, decorrente do aumento do endividamento / debêntures para a compra dos portfolios Takeda e do Buscopan.

“No geral, o resultado operacional ficou acima da expectativa e esperamos que ao longo dos próximos meses continue aumentando a venda de remédios com prescrição, o que deverá ser positivo para a empresa, além das sinergias com as novas aquisições.”

A recomendação é de COMPRA ao preço-justo: R$ 16,67. Upside: +14%.

CCR ON

Na semana de 17 a 23 de julho, o tráfego nas estradas da CCR mostrou uma queda de 12%, 1,4% melhor do que na semana anterior, acumulando no ano também uma queda de 12% em relação ao mesmo período acumulado de 2019. Em mobilidade urbana a queda foi de 60%, acumulando no ano queda de 42% e em aeroportos a queda foi de 89%, acumulando no ano queda de 55%

“No acumulado do ano, já mostra crescimento no segmento de veículos comerciais. Continuamos otimistas com a retomada, sendo que será mais lenta em aeroportos.”

A recomendação é de COMPRA ao preço-justo: R$ 16,67. Upside: +14%.

AES TIETÊ UNIT

De acordo com o jornais, o BNDESPar deve confirmar a venda de sua fatia na Tietê para AES, rejeitando assim a proposta da Eneva e a AES Corp. vai pagar R$ 17,15 por ação em dinheiro, um prêmio de mais de 10% sobre a cotação de sexta-feira, e se comprometeu também a fazer a migração da AES Tietê para o Novo Mercado da B3. Com isso, o BNDESPar deverá receber R$ 1,27 bilhão.

“A AES Tietê é uma das boas pagadoras de dividendos negociadas na B3, sendo esse um dos bons motivos para se manter em carteira.”

A recomendação é NEUTRA ao preço-justo: R$ 14,87. Upside: -4%.

RUMO ON

Em fato relevante, informou que o Conselho de Administração aprovou a convocação de uma AGE, para o dia 11/agosto, para deliberar sobre a proposta de aumento do capital autorizado da Companhia, o que inclusive pode acontecer por meio de uma oferta pública de ações ON. O potencial aumento de capital se alinha com a estratégia de negócios de longo prazo da Companhia e visa trazer capacidade financeira para executar diversos projetos estratégicos que foram impulsionados pela recente renovação antecipada da concessão da Malha Paulista e, adicionalmente, pré-pagar outorgas devidas em virtude dos contratos de concessão da Companhia. O pré-pagamento das outorgas pode ser feito no curto prazo, oferece retornos de capital adequados e, ao mesmo tempo, libera geração de caixa futura para financiar o crescimento da Companhia.

“Notícia positiva para a Rumo, que deverá ser beneficiada nos próximos meses com o aumento da safra agrícola, e nos próximos anos, com os retornos dos investimentos em relicitações e novas licitações de ferrovias, juntamente com os investimentos / tecnologia em novos vagões e locomotivas.”

A recomendação é de COMPRA ao preço-justo: R$ 27,49. Upside: +23%.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?