Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mirae Asset recomenda Compra na B3

Data de criação:

access_time 13/11/2020 - 11:43

Data de atualização:

access_time 13/11/2020 - 11:43
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A equipe da Mirae Asset, no relatório desta sexta-feira (13), destacaram os desempenhos financeiros da Sul América e B3 e mantiveram as orientações de Compras.

*SulAmérica UNIT

Divulgou o resultado do 3T20. A receita operacional foi de R$ 4,740 bilhões, com aumento de 3,4% em relação ao 3T19, impulsionado principalmente pelos segmentos de saúde, odonto e previdência. As receitas de saúde e odonto, aumentaram 4,1% em relação ao 3T19 e atingiram R$ 4,100 bilhões. A carteira total de planos coletivos alcançou cerca de 4 milhões de beneficiários, crescimento de 2,7% na comparação com o 3T19 e 7,6% em relação ao 2T20, com adições líquidas de 105 mil e 283 mil beneficiários. O índice sinistralidade foi de 75,1%.

O resultado financeiro totalizou R$ 14,5 milhões no 3T20, 86,5% inferior ao mesmo trimestre de 2019, em função, principalmente, do menor desempenho no resultado de investimentos e menores taxas de juros no Brasil. Apresentou uma rentabilidade 72,8% do CDI versus 105,6% no 3T19. O lucro foi de R$ 1,727 bilhão, impactado pela venda de seguros de automóveis que teve um impacto de R$ 1,441 bilhão. O lucro líquido ajustado foi de R$ 286,0, com alta de 40% em relação ao 3T19 e em linha com o estimado. O ROE foi de 17,2%.

“O aumento de vidas é benéfico para a empresa, mas deve ser penalizada pela alta do índice de sinistralidade, que com a redução do isolamento social deverá subir, mas bem administrado não deverá ser um problema.”

A recomendação é de COMPRA ao Preço Justo: R$ 55,75. Upside: +37%.

*B3 ON

Divulgou o resultado do 3T20. A receita bruta foi de R$ 2,349 bilhões, com aumento de 38% em relação ao 3T19 e a receita líquida foi de R$ 2,289 bilhões. O aumento de receita foi decorrente dos impactos do aumento de receita de listados e forte recuperação do segmento de infraestrutura, decorrente de financiamento ocorrido com a reabertura da economia. No segmento de listados que representou 66% do total o aumento foi de 48% em relação ao 3T10 e 56% em relação ao 2T20, refletindo o aumento no volume de negociação com ações / contratos futuros de índices de ações.

No segmento de OTC, que representou 10%, o aumento foi de 9% em relação ao 3T20 e de 20% em relação ao 2T20, decorrente do aumento de novas emissões, contratos em dólar e derivativos. O Ebitda foi de R$ 1,666 bilhão, com aumento de 50%, também acima da expectativa e a margem ficou em 79% versus 73% no 3T19.

O aumento foi decorrente do aumento de receitas, principalmente com ações e maior controle de despesas. O lucro líquido reportado foi de R$ 1, 137 bilhão, com aumento de 58% em relação ao 3T19 e o lucro líquido recorrente foi de R$ 1,144 bilhão, com aumento de 34% em relação ao 3T19. A B3 revisou a orientação para uma relação dívida líquida / Ebitda de 1,2x versus 1,5x anteriormente e manteve em 1,5x para o longo prazo.

“O resultado ficou acima da expectativa e como esperado capturou o crescimento com o segmento de ações e foi bem eficiente no controle de despesas. Com o cenário de juros baixos e atividade econômica retomando, vemos a empresa como um bom ativo para estar posicionado.”

A recomendação é de COMPRA ao Preço Justo: R$ 66,57. Upside: +24%

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?