Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Mirea destaca B3 E C&A

Data de criação:

access_time 20/08/2020 - 10:52

Data de atualização:

access_time 20/08/2020 - 10:52
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os analistas da Mirae Asset destacaram as ações da B3 e também da C&A no relatório desta quinta-feira.

B3 ON
Divulgou os dados operacionais do mês de julho/20. O volume total médio de ações foi de R$29,0 bilhões, com aumento de 74% em relação a julho/19 e queda de 10% em relação ao mês de junho/20 (um pouco abaixo do esperado). O número de investidores atingiu 2,854 milhões, com aumento de 129 % em relação a julho/19 e 7% superior ao mês de junho/20.

“Os números continuam crescendo na comparação anual, mas ainda muito abaixo do
potencial que deveriam mostrar, pois acreditamos que para ter uma melhor remuneração, os investidores devem procurar mais risco, pois no atual cenário de Selic e de inflação baixos, os melhores retornos tendem a vir dos investimentos de risco e portanto beneficiando a B3.”

A recomendação é de COMPRA ao preço-justo: R$ 67,00. Upside: +13%.

*C&A ON

No 2T20, a receita líquida foi de R$ 295,0 milhões, vendo dentro da expectativa e 77% inferior ao 2T19, impactado pelo covid-19 / fechamento de lojas físicas. O SSS também teve queda de 77% e as vendas no e-commerce aumentaram 4,5x em relação ao 2T19. Encerrou o mês de junho/19 com 85% das lojas reabertas depois de estarem a maioria fechadas nos piores meses do isolamento social. A inadimplência ficou em 21,7%, acima do esperado, versus 8,3% no 2T19. O Ebitda foi negativo em R$ 201,0 milhões, pior do que o esperado e muito abaixo do 2T19. O resultado foi um prejuízo de R$ 192,0 milhões, ligeiramente acima do esperado, revertendo o lucro do 2T19.

“Acreditamos que o pior cenário com o covid-19 já tenha ocorrido e esperamos
recuperação de vendas e de margens ao longo dos próximos meses e trimestres. Num cenário de juros e de inflação baixos e recuperação gradual da economia, o setor de varejo deve continuar sendo beneficiado”

A recomendação é de COMPRA ao preço-justo: R$ 14,50. Upside: +40%.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?