Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

NYSE confirma dois casos positivos para COVID-19 e vai operar no eletrônico

Data de criação:

access_time 19/03/2020 - 11:07

Data de atualização:

access_time 19/03/2020 - 11:07
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A Intercontinental Exchange, Inc. anunciou nesta quarta-feira (18) que a Bolsa de Nova York fechará temporariamente o pregão e passará a ser totalmente eletrônico na segunda-feira (23)*, depois que um trader e um funcionário da NYSE testaram positivo para COVID-19.

“A negociação e a supervisão regulatória de todos os títulos listados na NYSE continuarão sem interrupção”, disse a operadora da bolsa. A medida serve para os pregões da NYSE, em Nova York, e o pregão da NYSE Arca Options, em São Francisco.

A decisão é uma “medida preventiva para proteger a saúde e o bem-estar dos funcionários e da comunidade em resposta ao COVID-19”, disse a empresa. Enquanto a NYSE já havia fechado antes, mais recentemente pela tempestade Sandy em 2012, esta é a primeira vez que o pregão será fechado enquanto o comércio eletrônico estiver em andamento.

“Os pregões da NYSE oferecem um valor único para emissores e investidores, mas nossos mercados são totalmente capazes de operar de maneira totalmente eletrônica para atender a todos os participantes, e continuaremos dessa maneira até que possamos reabrir nossos pregões para nossos membros”, disse o presidente da NYSE, Stacey Cunningham, em comunicado.

Ainda ontem, a direção da NYSE confirmou que um profissional e um funcionário haviam testado positivo para o coronavírus.

Ambos foram rastreados em um posto de segurança e não foram autorizados a entrar no prédio nesta semana. O funcionário da NYSE foi o último a deixar o edifício de câmbio no coração de Wall Street na sexta-feira e não teve acesso ao pregão, informou a empresa. O trader também foi o último no prédio na sexta-feira e enviado para casa na segunda-feira para aguardar resultados sem entrar no prédio, além da área de triagem.

Um porta-voz da Intercontinental Exchange disse à Associated Press que o fechamento entraria em vigor na segunda-feira “para oferecer aos participantes alguns dias para estarem prontos para a transição para o comércio totalmente eletrônico”.

Enquanto o pregão da NYSE costumava receber milhares de corretores e traders, apenas cerca de 250 traders estão operando  hoje, de acordo com o New York Post.

*A informação serve de correção ao citado ontem de que as operações no eletrônico seriam a partir de hoje.

Tradução ID com a Associated Press e New York Post

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?