Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Toro Investimentos troca quase toda a Carteira de Ações e faz uma em Dividendos

Data de criação:

access_time 02/10/2020 - 14:08

Data de atualização:

access_time 02/10/2020 - 14:08
format_align_left 6 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os analistas da Toro Investimentos elebaroram a Carteira Recomendada para outubro com quase todos os ativos substituidos. Os analistas optaram por incluir o ETF (IVVB 11).  Já na de Dividendos, a saída da Itaúsa deu lugar para a BB Seguridade.

A Carteira de ações para Outubro

AMBEV (ABEV3) com peso em 10%;
Alpargatas (ALPA4) com peso em 10%;
CSN (CSNA3) com peso em 15%;
Duratex (DTEX3) com peso em 10%;
Fleury (FLRY3) com peso em 10%;
ETF (IVVB11) com peso em 5%;
Magazine Luiza (MGLU3) com peso em 10%;
PetroRio (PRIO3) com peso em 5%;
ISA CTEEP (TRPL4) com peso em 10%;
WEG (WEGE3) com peso em 15%;

No acumulado em Setembro a queda foi de -3,09% e no acumulado do ano/2020, a queda é de 15,44%.

Justificativas da Carteira de Outubro

AMBEV (ABEV3)

Enquanto alguns bares e restaurantes se mantiveram fechados, a Ambev (ABEV3) viu seu volume de vendas crescer, ainda que moderadamente, através dos aplicativos de delivery, o que conseguiu sustentar boa parte das perdas de volume no começo da quarentena. Essa retomada das vendas de cerveja pode trazer indícios de volumes mais sólidos no próximo trimestre, o que pode refletir nos preços do ativo que já deixou pra trás o fundo na região de R$11,00.

Alpargatas (ALPA4)

A Alpargatas vem de um forte movimento de recuperação após o pico do pânico no mercado em março, com a melhora do humor e da visibilidade do mercado para o futuro e com a gradual retomada do consumo. Além disso, com a venda da operação da Mizuno no Brasil, a Empresa vem realizando um movimento de buscar cada vez mais foco na expansão de suas marcas vencedoras, Osklen e Havaianas.

CSN (CSNA3)

O setor de siderurgia vem se beneficiando da recuperação dos preços internacionais do minério de ferro, além da forte alta do dólar ao longo de 2020. Com isso, as receitas da CSN devem também apresentar comportamento positivo ao longo desse mês. As incertezas externas tendem a pressionar ainda mais o dólar para cima, enquanto números positivos na China indicam que a demanda pelos produtos da Empresa deve seguir aquecida.

Duratex (DTEX3)

A Duratex (DTEX3) é uma das ações reconhecidamente de qualidade, Empresa bem gerida e se mostrou bem resiliente mesmo com as últimas quedas observadas no mercado, apresentando tendência de alta bem consolidada. A construção civil vem se mostrando como um dos segmentos mais robustos no atual momento, se beneficiando dos baixos patamares da taxa Selic. Como a Duratex trabalha com insumos diretamente relacionados com o setor, o ativo deve se beneficiar com este cenário.

Fleury (FLRY3)

Fleury (FLRY3) é uma referência de qualidade e excelência entre os laboratórios, a Companhia sentiu severamente os impactos do Covid-19 na economia, que fez com que a demanda por exames eletivos caísse consideravelmente. Agora, acreditamos que a Empresa está bem posicionada para atender a demanda reprimida por exames e surfar bem a retomada. Além disso, o recente anúncio da criação do Saúde iD, um estilo de market place da saúde, por parte do Fleury também é um fator positivo que nos leva a enxergar que a Empresa está em um bom momento.

ETF (IVVB11)

A escolha de recomendar uma ETF com exposição ao exterior na carteira mensal de setembro é justamente buscar uma maior diversificação a cenário distintos, Dessa forma, o investidor além de ter uma alocação com maior diversificação, pois, a ETF IVVB11 replica o índice S&P 500, ele também tem uma exposição ao câmbio, pois, a alta do dólar ajuda a valorização do ativo.

Magazine Luiza (MGLU3)

Acreditamos que o setor de bens de consumo deve continuar mostrando bom resultado, principalmente às empresas que possuem uma maior penetração nas vendas via e-commerce. Nesse quesito acreditamos que a Magazine Luiza (MGLU3) pode continuar na trajetória de valorização no preço de suas ações, pois, a empresa além de reportar um crescimento nas vendas nos últimos resultados, vem focada em aumentar seu market share nas vendas online.

PetroRio (PRIO3)

Após a reestruturação, a PetroRio se tornou uma empresa lucrativa, com bons resultados e de ótima eficiência operacional, com foco na aquisição de poços maduros, estratégia de menor risco. No curto prazo, a Companhia tende a se beneficiar do patamar mais alto do dólar face ao real e da retomada econômica, que tem propiciado aumento da demanda por petróleo.

ISA CTEEP (TRPL4)

ISA CTEEP  possui vantagens competitivas por atuar somente no segmento de transmissão de energia, pouco impactado por variações de preço, além de ser remunerada por contratos de longo prazo pela disponibilidade do serviço. O preço das ações (TRPL4) está descontado e tende a subir no curto prazo com a busca por ativos mais defensivos, devido às incertezas sobre a questão fiscal no Brasil.

WEG (WEGE3)

A Weg (WEGE3) entrega resultados consistentes e está se consolidando na fabricação de motores, no fornecimento de sistemas elétricos industriais completos e outras tecnologias. Pelo fato das vendas no exterior corresponderem a quase metade da sua receita, a Companhia se beneficia do patamar mais elevado do dólar, além disso significar certa blindagem à piora da economia brasileira, fatores que devem aumentar a busca pelas suas ações na Bolsa no curto prazo.

Dividendos

Segue nossa carteira Dividendos

BB Seguridade (BBSE3) – 20%

Taesa (TAEE11) com peso em 20%

Telefônica Brasil (VIVT4) com peso em 20%

Sanepar (SAPR110 com peso em  20%

Isa CTEEP (TRPL4) – 20%

O desempenho no mês passado foi de queda em 4,20% e acumula queda de 10,8% no ano de 2020.

Nesta Carteira, a ocorreu a saída da Itaúsa para a entrada de BBSeguridade.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?